Tratamento de Acne | RicaSaude.com

Tratamento de Acne

O tratamento de acne assenta na redução da produção de óleo, combatendo potenciais infecções por bactérias e reduzindo a inflamação. Os tratamentos não têm, contudo, resultados imediatos, pois podem levar entre quatro a oito semana até se ver os primeiros resultados. A acne pode inclusive piorar, antes de melhorar.

O seu dermatologista pode recomendar uma medicação anti-acne para aplicar na sua pele (medicação tópica) ou para tomar oralmente (medicação oral). Os medicamentos tomados via oral não devem ser usados durante a gravidez, especialmente durante o primeiro trimestre. Vejamos abaixo como tratar a acne / espinhas.

Os Tipos de Tratamento de Acne Incluem:

Tratamentos Tópicos sem Receita Médica –  As loções para acne podem secar o óleo, eliminar as bactérias e promover a descamação de células de pele mortas. Estas loções contêm peróxido de benzoíla, resorcinol, ácido salicílico, enxofre ou enxofre como seu ingrediente ativo. Estes produtos podem ser muito úteis para a acne leve. Estas medicações podem, contudo, ter alguns efeitos secundários, nomeadamente: irritação da pele, secura da mesma e descamação; efeitos que geralmente melhoram após o primeiro mês de terapia.

Tratamentos Tópicos com Receita Médica – Se a sua acne não responder adequadamente aos tratamentos tópicos sem receita médica, pondere consultar um médico dermatologista para poder obter um tratamento mais forte. A tretinoína, o adapaleno, e ainda o tazarotene são exemplos de produtos de prescrição tópicos derivados de vitamina A. Estes produtos actuam, promovendo a renovação celular e prevenindo o entupimento dos folículos pilosos. Um vasto número de antibióticos tópicos estão também disponíveis no mercado, os quais, matam as bactérias da pele em excesso.

Muitas vezes, faz-se uma combinação desses produtos, para optimizar os resultados. Dapsona em gel é um novo tratamento de acne que é particularmente eficaz no tratamento da acne inflamatória. Tratamentos tópicos prescritos para acne pode causar efeitos colaterais na pele, como ardência, queimação, vermelhidão ou descamação. O seu dermatologista poderá recomendar-lhe medidas para minimizar esses efeitos colaterais, incluindo o uso de uma dose aumentada gradualmente, lavando a medicação depois de uma curta aplicação ou através de mudança para outro medicamento.

Antibióticos – De acne leve a moderada, você pode necessitar de uma pequena dose de antibióticos para reduzir as bactérias e combater a inflamação. Uma vez que os antibióticos orais foram usados inicialmente para tratar a acne, a resistência aos antibióticos aumentou substancialmente em pessoas com acne. Por esta razão, o seu dermatologista provavelmente irá recomendar-lhe uma alteração nesses medicamentos, assim que os seus sintomas começarem a melhorar ou então quando for visível que a medicação não está a ajudar, o que é se pode verificar geralmente após três a quatro meses. Na maior parte dos casos, irá usar juntamente medicações tópicas com antibióticos orais. Estudos descobriram que usando o uso simultâneo de peróxido de benzoíla com antibióticos orais pode reduzir o risco de desenvolver resistência aos últimos. Os antibióticos podem ter alguns efeitos colaterais, desde a dor de estômago, tonturas até a descoloração da pele. Estes medicamentos também aumentam a sensibilidade da sua pele ao sol e podem reduzir a eficácia dos contraceptivos orais.

Isotretinoína – Para cistos profundos, os antibióticos podem não ser suficientes. A isotretinoína é um medicamento poderoso que está disponível para tratar este tipo de acne ou acne que parece não responder a outros tratamentos. Este é, contudo, um tratamento que está reservado para as formas mais severas de acne. É muito eficaz, mas as pessoas que a tomam necessitam de serem vigiadas por um dermatologista, devido à possibilidade de efeitos secundários adversos. A isotretinoína está associada a defeitos de nascença severos, pelo que não pode ser tomada com segurança por mulheres grávidas ou por mulheres que podem ficar grávidas durante o tempo de tratamento ou mesmo após algumas semanas depois da conclusão do tratamento.

Contraceptivos Orais – Estes contraceptivos podem melhorar a acne nas mulheres. Contudo, podem ter alguns efeitos secundários, tais como: dor de cabeça, seios sensíveis, náusea e depressão; que deve discutir com o seu médico.

Laser e Terapia com Luz – Estas terapias atingem as camadas profundas da pele, sem causar danos à superfície da mesma. Julga-se que o tratamento a laser danifica as glândulas oleosas, fazendo com que as mesmas produzam menos óleo. A terapia com luz tem como objectivo atingir as bactérias que causam a inflamação da acne. Estes tratamentos podem melhorar a textura da pele e melhorar a aparência das cicatrizes. É necessário, porém, mais estudos para melhor perceber a forma mais eficiente de uso destas terapias no tratamento da acne.

Procedimentos Cosméticos – O peeling químico e a microdermoabrasão podem ajudar a controlar a acne. Estes procedimentos cosméticos são mais eficazes, quando usados em conjunto com outros tratamentos. Podem ter alguns efeitos secundários como vermelhidão e descoloração da pele.