Tipos de anemia

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

A anemia é uma patologia derivada da baixa concentração de hemoglobina no sangue, produzida tanto pela diminuição de glóbulos vermelhos como por uma alteração dos mesmos. Embora a anemia mais conhecida seja a derivada da falta de ferro ou anemia ferropriva, não é este o único tipo de anemia que existe, uma vez que a ela se unem outras derivadas da falta de várias substâncias, doenças ou alterações nos glóbulos vermelhos.

anemia

Os tipos de anemia que existem são:

  • Anemia ferropriva: Como referimos anteriormente, é a mais frequente e é derivada da falta de ferro, o que faz com que o número de glóbulos vermelhos seja menor ou que o seu tamanho seja mais pequeno, o que faz com que o oxigénio não seja transportado no organismo da forma mais correcta.
  • Anemia por carência de vitamina B12 (Anemia Perniciosa): a falta desta vitamina supõe uma baixa produção de glóbulos vermelhos no sangue.
  • Anemia devido a doenças crónicas: Algumas doenças como o lúpus eritematoso sistémico, a artrite reumatóide, a doença de Crohn e de Hodking entre outras, conduzem à destruição de glóbulos vermelhos.
  • Anemia hemolítica: ocorre quando há uma destruição de glóbulos vermelhos prematuros, causando baixos níveis dos mesmos.
  • Anemia falciforme: é uma doença hereditária pela qual o organismo produz glóbulos vermelhos com um contorno diferente do habitual, em forma de foice. Isso faz com que a sua duração seja menor e dê lugar à anemia.
  • Anemia de Fanconi: de origem genética, caracteriza-se por apresentar sintomas como anomalias nos dedos e na face. Pode ser diagnosticada por volta dos 6 anos de idade, ao observar os sinais clínicos da doença. Seu tratamento é feito com transplante de medula óssea e com imunossupressores.
  • Anemia por incapacidade da médula óssea (Anemia Aplástica): Se devida a alguma doença falhar o funcionamento desta, diminui o número de todas as células sanguíneas produzidas nela.

Deixe o seu comentário


Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close