Tipos de Acne

Tipos de Acne

Os dermatologistas classificam os tipos de acne em 4 diferentes graus. A determinação do grau da acne é efectuada através de uma simples análise da pele. Os critérios usados para classificar os sintomas da acne incluem:

  • Tipos de borbulhas presentes
  • Quantidade de borbulhas
  • Dimensão da inflamação
  • Áreas do corpo afectadas pela acne

Saber o grau da sua acne é um importante passo no tratamento da acne, pois todos os graus da acne requerem diferentes métodos de tratamento.

Estar a par do grau da sua acne pode ajudar você a escolher o tratamento mais eficaz para o seu caso. Irá ajudá-lo na escolha de produtos e a decidir se consegue tratar a sua acne em casa ou se deve visitar um dermatologista.

 

Acne de Grau I

Este grau refere-se à acne do tipo leve. Podem ser borbulhas menores, pequenas, aparecem só ocasionalmente e em pequeno número. Não se regista inflamação.

Este tipo de acne é comum no início da adolescência, especialmente no nariz e na testa, mas também surgindo na zona do queixo. Muitos adultos também têm este tipo de acne nas mesmas zonas.

A acne do grau I pode ser tratada com sucesso em casa através do uso de produtos sem receita médica que contenham ácido salicílico. Os resultados geralmente são vistos de forma célere. Tratar a acne enquanto está nos seus estágios iniciais ajuda a prevenir a mesma de evoluir, especialmente nos adolescentes. Em caso de falta de tratamento a acne pode evoluir para o grau II.

 

Acne de Grau II

Este tipo de acne é considerado como acne moderada. É um quadro clínico no qual se regista a presença de borbulhas em grande número. Você vai começar a ver mais pápulas e formação de pústulas nesta fase. Irão surgir com mais frequência e os surtos serão mais óbvios. A ligeira inflamação da pele é agora mais visível.

Em adolescentes, é possível ver a acne a progredir do nariz e da testa para outras áreas da face. A acne pode começar a afectar o peito e ombros, com surtos ocasionais nas costas, especialmente no que concerne ao sexo masculino. As mulheres adultas podem encontrar alguma actividade na área das bochechas e queixo, especialmente antes e durante o ciclo menstrual.

A acne de grau II pode ainda ser tratada em casa com recurso a produtos sem receita médico. Em adição ao ácido salicílico, deve ser aplicado também uma loção à base de peróxido de benzoílo, para ajudar a eliminar as bactérias que causam os surtos inflamatórios. Contudo, se após algumas semanas de tratamento caseiro a acne não melhorar de forma significativa, deve procurar um dermatologista. A acne do grau II pode progredir para grau III, especialmente se habitualmente toca e espreme as borbulhas.

 

Acne de Grau III

Este tipo de acne é considerado severa. A principal diferença entre a acne de grau III e a de grau II é a dimensão da inflamação. Neste caso, a pele está claramente com um tom avermelhado e inflamado. As pápulas e as pústulas desenvolveram-se para um maior número e os nódulos também estarão presentes.

A acne de grau III geralmente envolve outras partes do corpo, tal como o pescoço, peito, ombros, costas, bem como a face. A hipótese de surgir cicatrizes é maior, devido ao alargamento da infecção e à profundidade da mesma.

Nesta fase, a acne deve ser tratada por um dermatologista. Este tipo de acne é tratada com recurso a terapia tópica (loções) e sistémica (comprimidos), a qual está disponível mediante receita médica. Se não for tratada, a acne do tipo III pode escalar para a acne de grau IV.

 

Acne de Grau IV

Esta é a forma mais severa de acne e é geralmente designada por acne cística. A pele irá desenvolver várias pápulas, pústulas e nódulos, em adição aos cistos. Existe uma notória inflamação e os surtos são severos. A acne cística é dolorosa.

Acne com esta severidade geralmente estende-se para além da face e pode afectar as costas completas, peito, ombros e braços. A infecção é profunda e vasta. A acne cística é propensa ao desenvolvimento de cicatrizes.

A acne de grau IV deve ser tratada por um dermatologista. Tende a ser difícil de controlar e muitas vezes requer medicação sistémica forte em combinação com o tratamento tópico.

Os tipos de acne como diferem entre si, podem requerer formas distintas de tratamento, pelo que é conveniente, por vezes, recorrer a um dermatologista para avaliar uma determinada situação.

Foto por Caitlinator no Foter.com / CC BY

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.