Rica Saude

Terrores noturnos nos adultos

Embora os terrores noturnos costumem ocorrer nas crianças, há muitas pessoas em idade adulta que também sofrem deste problema. Se porventura você acordou de repente, muito nervoso e com uma grande sensação de angústia, então é muito possível que tenha passado por um episódio de terror noturno.

De seguida vamos falar um pouco mais sobre este transtorno do sono, para que você saiba um pouco mais sobre este tema e o consiga identificar sem problemas.

O que são os terrores noturnos?

Os terrores noturnos são episódios de medo intenso combinado com movimentos bruscos enquanto a pessoa está adormecida. Estes terrores podem estar relacionados com sonambulismo e costumam afectar crianças entre os 5 e os 12 anos de idade.

É muito comum que desapareçam na adolescência, embora muitos adultos continuem a padecer deste problema durante toda a vida devido aos elevados níveis de estresse ou ansiedade na sua vida diária.

Quando o problema persiste, a pessoa não consegue descansar bem e tem graves problemas para dormir, então o melhor é recorrer à ajuda de um profissional que saiba melhor como tratar o problema dos terrores noturnos.

 

Como saber se sofre deste problema?

É muito comum haver alguma confusão entre terrores noturnos e pesadelos, embora haja grandes diferenças entre estes dois transtornos do sono. No caso dos pesadelos, estes costumam ocorrer na recta final do sono, enquanto no caso dos terrores noturnos surgem durante as primeiras horas de sono. Num pesadelo é comum a pessoa recordar parte do sonho, enquanto nos terrores a pessoa não se lembra de nada do que sonhou.

Os sintomas mais claros de ter sofrido um terror nocturno consistem em levantar-se da cama de forma brusca, falar alto, dar golpes ou pontapés no ar, respiração acelerada, rosto contorcido ou comportamento agressivo para com as outras pessoas.

 

Quando se deve começar a preocupar?

Se os terrores noturnos aparecem de forma esporádica e pontual, então não há razão para dar grande importância porque é provável que desapareçam sem grandes problemas.

O problema é quando esses terrores são algo habitual e que pode colocar em perigo a segurança física da pessoa que padece deste problema ou de outras pessoas que possam estar à sua volta. Neste caso, é preciso recorrer à ajuda de um profissional para que possa tratar o problema o mais rápido possível.

Mas antes de recorrer ao médico, é importante que anote a frequência com que se dão esses terrores e se está a tomar algum tipo de medicamento à noite porque muitas vezes os efeitos secundários desse produto podem ser a causa para esse transtorno do sono.

A informação é realmente importante para que o profissional de saúde saiba solucionar o problema dos terrores noturnos.

Como prevenir os terrores noturnos?

Antes de recorrer ao especialista pode tentar prevenir esses terrores com uma série de medidas que vamos detalhar de seguida:

Exit mobile version