5 Sintomas de enfarte. Consiga detectá-lo a tempo!

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

infarto

O enfarte é uma patologia muito comum hoje em dia e que se caracteriza pela morte de uma parte do músculo cardíaco. Acontece sempre que uma artéria coronária fica obstruída por completo. Esta é uma patologia muito grave pelo que é vital saber detectá-la a tempo antes que provoque danos (ainda) mais graves. É comum os pacientes sobreviverem, embora em muitos casos o desenlace possa não ser o melhor. Por essa razão vamos hoje saber quais são os 5 sintomas de enfarte para que o possa detectar a tempo e evitar males maiores.

O enfarte tanto ocorre nos homens, como nas mulheres, e trata-se de uma patologia em que há muitos factores com influência, como por exemplo o colesterol, a diabetes ou a hipertensão. Para além disso, se a sua família padece do coração, então deve ter o máximo cuidado possível (o consumo de álcool e drogas também são factores de risco cardiovascular). Por outro lado, o estilo de vida e a idade também aumentam as probabilidades de vir a ter um enfarte. Com efeito, é muito raro que alguém com menos de 40 anos tenha um.

Como já referimos, esta é uma condição muito grave e por isso vamos conhecer de seguida os 5 sintomas de um enfarte para que o possa detectar a tempo.

 

5 Sintomas de enfarte para que o consiga detectar a tempo

 

Dor em várias partes do corpo

Um dos sintomas de um enfarte é ter dores em várias partes do corpo. Desta forma, se sentir dores no braço esquerdo, no estômago, nas costas ou no pescoço poderá estar a ter um enfarte.

Normalmente, sente-se uma dor intensa que dura alguns minutos e desaparece para, posteriormente, voltar a aparecer. Se for o caso, então peça ajuda médica o mais rápido possível.

 

Pressão no peito

Outro dos sintomas de um enfarte é sentir uma grande pressão no peito. Com efeito, é o sintoma mais comum desta patologia. Esta dor ou pressão diferencia-se pela sua duração. Neste caso, a pressão no peito costuma durar uns 15 minutos.

Não obstante, é uma dor que vem e vai, pelo que é precisar prestar atenção antes que passe mais tempo. Se tiver este sintoma, então o melhor é pedir ajuda médica rapidamente.

 

Transpiração excessiva

Se verificar que está a suar mais que o habitual mesmo estando em repouso, então isso poderá ser um sintoma que irá ter um enfarte em pouco tempo. Quando uma artéria fica obstruída, o coração é submetido a um esforço excessivo. Por essa razão, a transpiração é exagerada e a temperatura corporal aumenta.

Para além disso, estes sintomas podem aparecer alguns dias antes. Portanto, se notar que tem suores em excesso e as suas extremidades estão frias, então deve recorrer a ajuda médica o quanto antes.

sintomas de enfarte

Fadiga

A fadiga e a dificuldade para respirar é um sintoma muito comum de enfarte. Este é mais habitual nas mulheres e normalmente aparece muito tempo antes de se ter um enfarte.

Se sentir que está exausto e fica sem ar em qualquer actividade por mínima que seja, então deve recorrer ao médico o mais rápido possível. Geralmente, este é um sintoma muito perigoso porque nunca o associamos a problemas cardíacos.

 

Indigestão

Muitas vezes os enfartes são precedidos por uma má digestão. Neste caso os sintomas também incluem náuseas e vómitos. O conjunto destes três sintomas é muito difícil de ser associado a paragem cardíaca.

No entanto, se não é uma pessoa com propensão a ter indigestões e se der o caso de ter uma repentina, então o melhor é recorrer rapidamente às urgências.

 

Lembre-se que perante qualquer um destes sintomas o melhor é recorrer rapidamente às urgências do hospital mais próximo. É melhor que seja antes um falso alarme porque os enfartes são uma de as causas mais frequentes de morte.

Agora diga-nos se já conhecia estes sintomas de enfarte? Costuma fazer alguma coisa para prevenir as doenças cardiovasculares? Conhece outros sintomas de um enfarte menos frequentes? Deixe-nos o seu comentário!

Deixe o seu comentário


Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close