Para ser mais bela, durma mais

Para ser mais bela, durma mais

Para ser mais bela, durma mais

Diz-se que o rosto é o reflexo da alma. Nele está reflectido o nosso ânimo, o cansaço e o stress, a boa condição física e o repouso. Os investigadores do Instituto Karolinska de Estocolmo não apenas o afirmam como também o provaram num estudo: dormir pouco afecta-nos.

Este estudo foi feito com voluntários de idades entre os 18 e os 31 anos, não fumadores e em perfeito estado de saúde, a que foi tirada uma foto antes de irem dormir. Depois foram acordados entre as 2 e as 3 da manhã para outra sessão de fotos e foi feita a comparação.

A maioria das pessoas precisa de dormir no mínimo 8 horas por dia para se sentirem bem. E posso garantir que após estar acordados durante 31 horas seguidas, que de bela as pessoas nada têm. Nem que sejam maquilhadas por um profissional.

Os suecos acabaram por provar algo que todos sabemos: dormir pouco ou mal tem as suas consequências negativas e afecta a nossa beleza também.

Pois não há grande ciência, e é de senso comum. É preciso encontrar forma de dormir bem e de forma seguida. A falta de sono desconcentra-nos, baixa o rendimento e além disso torna-nos feios/as. Creio que nesta época em que vivemos já nos acostumámos aos horários loucos, ao stress continuado, a querer chegar a todo o lado ao mesmo tempo sem que nos demos conta que podemos escolher parar e pensar.

É preciso renunciar a televisão até altas horas da noite, ao smartphone, ao computador, melhor ainda se cortamos um pouco às nossas ambições profissionais e nos presenteamos com mais tempo de descanso e qualidade de vida. A cosmética revitalizante não é suficiente para ter uma pele bonita, disfarçar as olheiras e um tom de pele saudável. Dê a si mesma/o o descanso que precisa. É fácil e barato!

Um comentário

  1. xarlene António
    Junho 3, 2017

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Adblock Detectado!

Este blogue depende da publicidade para se manter online e com acesso gratuito. Por favor desligue o seu bloqueador de publicidade no nosso website.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.