Psicopatologia: tipos de alterações da memória

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

PsicopatologiaA memória é uma parte de nós mais importante do que parece pois depende da mesma o armazenamento e reprodução da informação que nos chega ao cérebro. Em alguns casos este processo é alterado e provoca graves problemas cognitivos que podem provocar algumas psicopatologias ou alterações da memória.

 

Amnésia

Uma das alterações da memória mais conhecidas é a amnésia. Este problema de memória faz com que a pessoa tenha uma ausência de lembranças, quer seja de uma época em particular ou de toda a sua vida. A amnésia pode ser causada por uma doença cerebral ou em consequência de uma doença grave, como por exemplo Alzheimer.

Hipermnésia

Outra das alterações mais comuns que a memória pode sofrer é a hipermnésia. Neste caso, a pessoa que dela padece é capaz de recordar com uma grande exactidão qualquer facto ou acontecimento ocorrido durante os últimos anos.

Costuma ocorrer durante estados febris, nas pessoas com atrasos mentais e em pessoas que padecem de algumas obsessões.

Hipomnésia

Ao contrário do que acontece com a hipermnésia, no caso da hipomnésia a pessoa que dela padece tem sérias dificuldades em recordar um facto em concreto. Não consegue saber a data de um determinado acontecimento e costuma surgir em pessoas com défice de atenção.

alterações da memória

Paramnésia

A paramnésia é outro tipo de alteração da memória onde as recordações costumam estar deformadas. Nesta alteração da memória, a pessoa em questão pode pensar que um acontecimento que não chegou a acontecer é real. A paramnésia costuma dar-se naquelas pessoas que passaram por alguma situação traumática na vida, como por exemplo uma violação ou em pessoas com um estado do tipo demente.

Dentro da paramnésia pode dar-se algum tipo de variação, como por exemplo a criptomnésia em que a pessoa plagia algo inadvertidamente ou de forma não intencional, pois é algo que lhe parece totalmente novo, apesar de esse facto já ter sido criado.

Outra variação da paramnésia é a ecmnésia, onde o indivíduo se recorda uma parte da vida quando era mais novo como se fosse actual e estivesse a vivê-la de novo. Por outro lado, esquece-se dos factos mais recentes da sua vida.

A paramnésia reduplicadora é outra variante da paramnésia que consiste numa duplicação da situação que a pessoa está a viver nesse momento e transporta-a para o passado. Trata-se de uma situação de “deja vú” ou já visto e de uma situação de “jamáis vú” ou nunca visto.

Fabulação

A fabulação tem menor incidência do que as anteriores alterações e não é mais do que um transtorno misto, a meio caminho entre a imaginação e a memória. Neste caso, a pessoa acha que são reais uma série de factos que nunca chegaram a ocorrer.

Uma variante da anterior consiste na confabulação, onde a pessoa tem algum défice de memória e completa a mesma com uma série de factos não reais e totalmente imaginados.

 

Estes são algumas das alterações mais habituais da memória e que qualquer um pode sofrer ao longo da vida. Se porventura isso acontecer, deve recorrer a um especialista para tratar da melhor forma possível o problema e ajudar a reduzir os sintomas dessas psicopatologias relacionadas com a memória. A memória é uma parte do corpo a que muitas vezes não damos muita importância, mas a qual é preciso cuidar através de uma boa alimentação e de hábitos saudáveis.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...