Como calcular o período fértil

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

dia fértilQuer um bebé? Há quem engravide à primeira e mulheres que têm mais dificuldade em engravidar, por vezes vários meses ou mais de um ano. Para planear uma gravidez é fundamental aprender a reconhecer o seu período fértil, pelo que hoje vamos ensinar a identificar os seus dias férteis para finalmente poder engravidar.

Há mulheres que têm pouco conhecimento do seu ciclo menstrual, mas este é um dado essencial para identificar quando tem mais possibilidades de ficar grávida. Mas mesmo assim, o facto de ter relações sexuais durante período fértil não significa que vai ficar logo grávida, pelo que é importante não ficar demasiado obcecada com esta situação.

 

O ciclo menstrual

período fértilO ciclo menstrual varia de mulher para mulher. Até mesmo a mesma mulher pode ter variações de um mês para outro. Um ciclo menstrual regular tem uma duração média de 28 dias contados a partir do primeiro dia da menstruação, mas é considerado normal que dure entre 21 a 35 dias.

 

Fases do período

Tem duas fases muito distintas: a fase folicular e a fase lútea. A primeira parte do ciclo dá-se entre o dia 1 e metade do ciclo, no dia 14, altura em que (aproximadamente) acontece a ovulação. Durante esta primeira parte, entre o dia 1 e 6 aproximadamente (embora possa durar entre 3 e 7 dias) ocorre a menstruação.

Desde o primeiro dia do período até à metade do ciclo há um aumento de estrogénio. Um novo ovócito começa o seu processo de maturação e dias depois é expulso do ovário. Durante os dias em que o ovócito desce pelas trompas de Falópio até ao útero ocorre a ovulação.

Os 6-7 dias centrais do ciclo são os dias férteis (o dia 14, mais os 3 dias anteriores e os 3 dias posteriores). Se mantiver relações sexuais durante estes dias e um espermatozóide fecundar o ovócito e este aderir às paredes do útero dará começo a uma gravidez.

A segunda metade do ciclo, a fase lútea, dá-se entre o dia 15 e 28. Durante os primeiros dois ou três dias ainda poderá ficar grávida. Durante esta fase há um aumento da progesterona, que pode provocar nervosismo ou irritabilidade até à chegada da próxima menstruação, a menos que tenha ficado grávida.

Há que ter em conta que os espermatozóides podem permanecer vivos dentro do corpo da mulher entre 48 a 72 horas. Por essa razão, se tiver tido relações dois ou três dias antes da ovulação, o ovócito poderá ser fecundado por um espermatozóide que ainda permaneceu vivo.

 

Ciclos menstruais irregulares

Nem todas as mulheres têm o período a cada 28 dias. Há quem tenha ciclos mais longos, onde a ovulação ocorre após o dia 14, e outras com ciclos mais curtos em que a ovulação se adianta.

Como referimos anteriormente, há também mulheres que têm ciclos diferentes todos os meses, ou seja, os seus ciclos são irregulares. Por exemplo, aquelas com síndrome dos ovários policísticos (SOP), um desequilíbrio hormonal muito comum e geralmente leve, que afecta 8 em cada 100 mulheres.

Fazer o controlo dos seus ciclos menstruais é uma ferramenta que poderá ajudar a identificar os seus períodos férteis, quer tenha ciclos regulares ou irregulares. Este controlo deve ser realizado também combinando com a observação dos sinais de ovulação que vamos falar de seguida.

 

Sinais de ovulação

Como saber quais são os dias em que se há ovulação? Durante a ovulação a mulher tem mudanças hormonais que provocam alterações no seu organismo.

Não se costuma prestar grande atenção a estas alterações, mas é uma boa forma de reconhecer o seu período fértil para conseguir engravidar, especialmente nas mulheres com ciclos mais irregulares.

calcular período fértil

O fluxo vaginal

Ao longo do ciclo menstrual ocorrem alterações significativas no fluxo vaginal, pelo que observar o muco cervical pode ajudar a identificar quando a mulher está em ovulação.

Durante a ovulação, o muco cervical aumenta e a sua consistência torna-se cada vez mais pegajosa e elástica, parecido com a clara de um ovo, para ajudar os espermatozóides a chegar até ao ovócito.

Pode introduzir o dedo na vagina ou tirar uma pequena amostra com papel higiénico para verificar o seu aspecto. Quando a ovulação termina, o muco perde elasticidade e fica mais pegajoso e seco.

 

A temperatura basal

A temperatura basal é a temperatura corporal quando despertamos e antes de nos começarmos a mexer na cama. Tem relação com o ciclo menstrual da mulher, pelo que determinadas mudanças de temperatura indicam que vai ocorrer a ovulação. O método sintotérmico de fertilidade baseia-se nestas mudanças de temperatura na mulher.

A temperatura basal permanece baixa até ocorrer a ovulação. Mas quando esta acontece, pelo efeito da progesterona, a temperatura basal aumenta entre duas a cinco décimas. Esse aumento mantém-se até ao final do ciclo, quando começa o seguinte período menstrual.

É muito importante ter a certeza quando se mede a temperatura basal. Deve fazê-lo logo ao acordar e sem se mexer na cama.

Para controlar a sua temperatura basal pode utilizar esta tabela de controlo da temperatura basal para imprimir:

tabelinha período fértil

Esperamos que com estes conselhos possa aprender a identificar qual é o seu período fértil para poder finalmente engravidar.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...