A importância do pequeno almoço

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

pequeno almoçoO pequeno almoço é a mais importante refeição do dia pois quebra o jejum durante o maior período de descanso do nosso organismo. No pequeno almoço devem estar presentes os nutrientes necessários para iniciar a actividade diária seja ela qual for, desde ir para o trabalho, para a escola, fazer algum tipo de exercício, etc. e dependendo de como seja esta refeição, o corpo estará ou não preparado para enfrentar as actividades do dia.

É por esse motivo que é de vital importância que o pequeno almoço seja equilibrado. E importante que seja equilibrado já que da mesma forma que a sua ausência pode ser bastante prejudicial para a saúde, por outro lado, um consumo de nutrientes exagerado também pode provocar danos ao organismo e consequentemente levar a aumentos de peso.

Em algumas culturas é mesmo a principal refeição do dia, tanto em relação à quantidade de alimentos ingeridos como pela sua função social que implica começar todos os dias em conjunto com os restantes elementos da família.

Assim para que o pequeno almoço contribua para a nossa saúde é necessário que contenha os nutrientes dos diferentes grupos de alimentos, frutas, verduras, cereais, carnes, lacticínios, etc. de uma forma equilibrada e que respeite a natureza de cada pessoa.

 

Tomar o pequeno almoço é “terminar o jejum” nocturno

Quando falamos da importância do pequeno almoço, desde o ponto de vista fisiológico, podemos dizer que é a primeira ingestão de alimentos após um jejum prolongado como são as horas durante as quais o nosso corpo está em descanso, ou seja, as horas de sono.

É de vital importância comer nesta refeição alimentos energéticos que o corpo vai precisar após o descanso, para uma reactivação feita graças aos nutrientes do pequeno almoço.

Os especialistas que estudaram a importância do pequeno almoço afirmam que quando não tomamos o pequeno almoço temos mau humor, estamos completamente esgotados e sem vontade de fazer nada, temos um desgaste extra de energia e pode levar-nos à obesidade porque quando começamos a comer, fazemo-lo em excesso, uma vez que o organismo tem fome e não “queima” a energia, apenas a acumula convertendo-a em tecido adiposo.

 

Alimentos recomendados

Quando se fala da importância do pequeno almoço é necessários ter em conta a idade, ou seja, uma criança tem que comer maiores quantidades de cálcio e alimentos de alto conteúdo energético. O cálcio para o crescimento, os alimentos com grande quantidade de energia são consumidos durante o dia com os estudos e as brincadeiras.

Mas há que ter também em conta vários factores na hora do pequeno almoço: a idade, obesidade, doenças fisiológicas como a diabetes, colesterol, hipertensão.

 

Importância do pequeno almoço e alimentos recomendados

  • Frutas.
  • Cereais integrais e frutos secos.
  • Pão integral.
  • Iogurte, leite magro ou bebidas vegetais com cálcio.
  • Chá, café ou infusões tonificantes.
  • Sumos sem açúcar e frescos (feitos na hora).
  • Mel, em vez de açúcar branco.

 

Alimentos não recomendados

Quem não gosta de um doce? A verdade é que se menosprezamos a importância do pequeno almoço e todos os dias comemos gorduras saturadas em forma de bolos industriais, iremos ter problemas a curto ou a longo prazo (obesidade, hipoglicemia, etc.).

 

Não são recomendáveis os seguintes alimentos:

  • Bolos de fabrico industrial.
  • Sumos com açúcar.
  • Bebidas estimulantes e com gás.
  • Abusar do café em substituição do pequeno almoço.
  • Abusar das manteigas, marmeladas com açúcar.

 

O que acontece se não tomarmos o pequeno almoço?

Muitas pessoas saem de casa sem comer ou tendo apenas tomado um café e algum doce. O problema é que comer pouco e apenas em forma de açúcares e gorduras dá-nos muito pouco “combustível”.

Sempre ressalvámos aqui a importância desta refeição, já que logo a meio da manhã, se não comermos convenientemente, iremos sentir-nos cansados, ansiosos por comer alguma coisa doce e sobretudo pouco concentrados. Ao cabo de duas ou três horas vamos precisar de comer compulsivamente alguma coisa doce pois o cérebro precisa de glicose com urgência.

Em contrapartida, se o pequeno almoço for variado podem-se passar quatro ou cinco horas sem comer e iramos sentir-nos com energia e mais animados, pois estaremos a evitar a hipoglicémia.

 

A importância no rendimento escolar

Existem muitos estudos que afirmam que os alunos que não tomam o pequeno almoço, têm de uma forma geral, piores notas do que os que o tomam. Isto sucede porque o cérebro precisa de glicose de forma constante para render melhor. Comer quatro ou cinco vezes por dia é o melhor “multivitamínico” para o estudante.

 

É preciso dar a esta refeição a importância que merece e não esqueçamos que, em grande parte, a nossa saúde depende dela.

Deixe o seu comentário


Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close