Os opostos atraem-se

Os opostos atraem-se?

Os opostos atraem-se

A resposta a esta questão segundo sugerem as pesquisas é positiva, mas o que chamamos de diferença vai além dos hábitos, da cor dos olhos e da classe social. Aparentemente são as diferenças genéticas que geram alguma forma de atracção.

As pesquisas sugerem que a força dos genes pode ser maior do que pensamos na hora de escolher os parceiros. Existe algo chamado “Complexo Principal de Histocompatibilidade” (conhecido pela sigla MHC), uma região do nosso genoma na qual ficam vários genes que determinam a resposta imunológica do organismo.

Do ponto de vista biológico, seria bom que os indivíduos com MHC bem diferentes ficassem juntos, para melhorar o sistema imunológico. E parece que é isso que fazemos. “Comparamos a compatibilidade entre os MHC de 90 casais reais com 300 casais de um grupo de controle formado aleatoriamente. Constatamos que de facto buscamos essa diferença”, dizem os investigadores.

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.