Obesidade Mórbida: O Que Todos Querem Saber!

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Obesidade Mórbida

O excesso de peso faz parte dos principais problemas que a nossa sociedade enfrenta, muito pela precária alimentação da população, estimulada desde cedo ao excesso de alimentos com baixo valor nutritivo como frituras, chips, e outros gordurosos. Nesse momento é que é buscado também dicas sobre como emagrecer rápido.

A falta de hábitos saudáveis como exercícios, dieta equilibrada são as principais razões para o acúmulo de gordura corporal e as dificuldades em emagrecer!

Problemas graves como a obesidade estão fora de controle por todos esses motivos, principalmente a obesidade mórbida!

 

O que é a obesidade mórbida?

A Obesidade mórbida ocorre pelo grande acúmulo de gordura no corpo, quando alguém atinge ou ultrapassa 40 no índice de massa corporal (IMC). Quando esse aumento de peso, geralmente, 20% a mais do que o ideal aumenta, é possível a ocorrência de doenças relacionadas a esse crescimento. Por isso é chamada de Obesidade Mórbida.

Existe uma fórmula simples para calcular o IMC e através dela é possível você saber se está propenso a ter algum tipo de problema! Vamos lá:

IMC = peso / (altura)²

Vamos supor que você tenha 1,73m e 100kg.

IMC= 100 / (1,73)²

IMC=33

Para saber qual a sua situação de saúde existe uma tabela de classificação que irá dizer em qual grau você se encontra de acordo com o resultado do cálculo:

• Menor que 18,5 -> abaixo do peso
• Entre 18,5 e 24,5 -> peso normal
• Entre 20,0 e 29,9 -> sobrepeso
• Entre 30,0 e 34,9 -> Obesidade Grau I ou leve
• Entre 35,0 e 39,9 -> Obesidade Grau II ou moderada
• Acima de 40,0 -> Obesidade mórbida

Como vimos acima, o resultado do IMC deu 33, ou seja, esta pessoa se encontra em Obesidade Grau I ou leve o que deve começa a trazer algum tipo de preocupação!

Calma, você não precisa passar toda essa dor de cabeça e fazer todo esse cálculo. No Site Cálculo IMC você encontra uma calculadora que facilitará todo o processo!

 

Riscos

Existem diversos riscos para quem adquire a obesidade mórbida, os principais são cardíacos, hipertensão arterial, problemas articulares nos joelhos e na lombar devido ao acúmulo de peso, depressão, diabetes mellitus, infertilidade em mulheres, impotência em homens, trombose venosa e outros!

Além de todos esses riscos, quem tem obesidade mórbida sofre com outros fatores, como a discriminação, falta de alto-estima, dificuldade para realizar tarefas normais do dia-a-dia, problemas na locomoção e em conseguir roupas com o tamanho apropriado.

 

Soluções

O primeiro passo a ser tomado é a inclusão de alimentos saudáveis na dieta, junto com o cálculo calórico necessário. Você deve consumir 500kcal abaixo do que gasta diariamente, o uso de uma calculadora será útil nesse processo, pois ela também calcula a quantidade correta de macronutrientes (proteína, carboidrato, gordura) a ser consumida.

Além da reeducação alimentar é essencial a prática de atividades físicas para a melhora de sua saúde e perda de gordura. Comece com algo leve como a caminhada para a criação de hábitos.

Com a dieta bem estruturada você irá perder peso de qualquer forma, por isso a importância de fazer atividades, e aumentar o ritmo e intensidade durante o tempo, quando estiver mais preparado.

Porém, em alguns casos a principal solução para quem atingiu a obesidade mórbida é, sem dúvidas, a cirurgia.

Existem três técnicas cirúrgicas para o tratamento da obesidade: restritiva, má absortiva e a mista. A restritiva, mais conhecida como redução do estômago, irá reduzir a fome e pode diminuir o peso em até 25% do peso do indivíduo no primeiro ano, porém, no segundo ano existem chances do operado voltar a adquirir peso.

A má absortiva é um procedimento que resulta na diminuição da absorção dos nutrientes pelo desvio do intestino delgado. Pode reduzir em até 70% o peso, porém é uma técnica arriscada.

A mais recomendada é a mista: trata-se da redução do tamanho do estômago e do intestino, além disso, pode acontecer a redução de até 40% do peso no primeiro ano, podendo se manter ao longo do tempo.

 

Conclusão

Busque sempre a reeducação alimentar e não se permita chegar nesse estágio. Antes de começar qualquer atividade física, busque um médico para ver se você está apto a realizá-las devido a alguma espécie de má condição cardíaca adquirida com a obesidade mórbida!

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.