O Facebook tem influência negativa nas dietas

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

dietasSe está a ler estas linhas talvez seja porque ficou surpreendido com o título deste artigo. Efectivamente é assim mesmo. Segundo uma investigação realizada pela Universidade Americana de Washington DC, a rede social por excelência influência de forma negativa a nossa dieta diária.

Surpreendido com a conclusão a que chegou este curioso estudo? Então não perca o artigo de hoje, porque vamos revelar alguns dados interessantes que demonstram a relação existente entre o Facebook e a nossa dieta diária.

 

Quanto mais tempo no Facebook, pior a imagem que temos de nós próprios

A investigação desenvolvida pela Universidade Americana de Washington DC foi publicada na revista especializada, Cyberpsychology Behavior and Social Networking. Um estudo que analisou 103 adolescentes, tendo chegado à conclusão que o tempo passado a navegar no Facebook influencia negativamente a nossa própria imagem, ou seja a imagem que temos de nós mesmos.

 

O mesmo acontece com as revistas da moda

Segundo este estudo, as mulheres que costumam publicar mais fotos delas mesmas nesta rede social, tinham uma pior imagem de si mesmas e sentiam-se infelizes com o seu aspecto físico. De acordo com os especialistas, esta relação entre o Facebook e os efeitos sobre a nossa dieta é semelhante aos efeitos produzidos também pelas revistas de moda e de tendências, que vendem uma imagem idealizada e pouco realista dos corpos femininos e masculinos.

dietaMais desordens alimentares

O grande problema é que esta rede social acelera todo este processo, motivado por todas as fotografias e conteúdos partilhados pelos utilizadores. Um comportamento que influencia os hábitos alimentares, favorecendo assim as desordens alimentares dos mais jovens, que são o público mais sugestionável.

 

O que pensa dos resultados desta investigação? Está de acordo com ela? Pensa que pode haver uma relação entre o número de horas passadas a navegar no Facebook e os nossos hábitos alimentares?

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close