Exercícios para ficar sem dores nas costas

Exercícios para ficar sem dores nas costas

As dores nas costas podem ser o resultado de uma enorme diversidade de complicações de saúde, entre elas a tensão muscular e os problemas de coluna. Dependendo da sua gravidade, estes problemas poderão necessitar de uma boa assistência médica para que possam ser eficazmente combatidos. No entanto, ainda que intervenção médica possa ser indispensável em alguns casos, outros poderão ser resolvidos através da adoção de um pequeno número de exercícios extremamente simples, que quando executados regularmente contribuirão para o combate e alívio de dores musculares e de coluna.
Eis alguns exemplos de exercícios que poderá praticar para ficar sem dores nas costas:
Exercícios para ficar sem dores nas costas

Pescoço

Comece por colocar a palma de qualquer uma das suas mãos sobre a testa. De seguida, utilize os músculos do pescoço para exercer força contra ela. De forma semelhante, apoie uma mão de cada vez sobre a têmpora correspondente e volte a exercer força contra a mão. Por final, coloque ambas as mãos juntas atrás da cabeça e execute a mesma pressão com o pescoço.

Alongamentos de pé

Posicione as pernas separadas à linha dos ombros e desloque o quadril para o lado esquerdo, levantando o braço esquerdo acima da cabeça. Repita o movimento para o outro lado.

Alongamentos de barriga para baixo

Deite-se de barriga para baixo com as mãos apoiadas no chão na linha dos ombros. De seguida, estique bem os braços, de modo a que as costas formem um arco. O corpo deverá estar totalmente sustentado pelos braços. Faça dez repetições.

Alongamentos de barriga para cima

Deite-se de barriga para cima, dobre o joelho e abrace bem a perna, de modo a levar a coxa em direcção ao peito. Segure durante alguns segundos e de seguida repita o procedimento com a outra perna.

Alongamentos de pé com um banco

Coloque um banco à sua frente e de seguida pouse o calcanhar direito sobre o assento. Apoie as mãos sobre o joelho e dobre muito cuidadosamente a cintura, de modo a levar o peito até ao joelho. Mantenha-se nessa posição por alguns segundos e de seguida execute o mesmo movimento com o outro pé. Aconselha-se que faça cerca de três séries destes exercícios.

Exercício de prancha

Deite-se lateralmente e dobre os joelhos a 90 graus. De seguida deverá apoiar todo o seu corpo sobre o cotovelo que se encontra embaixo, utilizando essa posição para contrair o abdómen e alongar o pescoço. Mantenha-se nessa posição por cerca de 10 segundos e eleve bem o quadril. Após elevar o quadril, deverá segurar a posição por mais uns 30 segundos, repetindo de seguida com o outro lado. O exercício deverá ser executado de uma a cinco vezes em cada um dos lados para que os benefícios se façam realmente sentir.
Qualquer um destes exercícios deverá sempre ser executado com a supervisão de um médico especialista, de modo a que se possa garantir  que dos mesmos não resultarão lesões passíveis de piorar o problema.
1

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.