Dor de ovulação: sintomas e causas da ovulação dolorosa

A ovulação dolorosa (ou dor de ovulação) é bastante comum, e nem sempre existe uma causa ou problema grave que justifique o seu aparecimento. Se tem este problema, então aprenda mais sobre o tema neste artigo para saber o que pode fazer para minimizar a dor.

Muitas mulheres sofrem de ovulação dolorosa. Isto é uma situação normal que se pode intensificar segundo os meses, os anos e também ter diversas causas. Trata-se de uma condição médica conhecida como dor de ovulação. Com efeito, a menstruação provoca muitas mudanças e incómodos, entre as quais podemos destacar as dores de rins, de cabeça, prisão de ventre ou diarreia e dor nos ovários.

Este problema ocorre quando se dão alterações hormonais necessárias para que a mulher liberte o óvulo. É isso que causa esta dor. O problema é que a dor aparece não só durante esta altura, mas também durante todo o período menstrual. Ou seja, quando o óvulo é expulso para o exterior através da vagina.

 

Causas da ovulação dolorosa

Como já referimos, a principal causa é a libertação do óvulo expulso pela vagina. Todo este processo representa uma série de mudanças hormonais, entre as quais se encontra a ovulação dolorosa. Esta pode variar de intensidade, segundo os meses e não tem o mesmo nível de dor e alterações hormonais para todas as mulheres por igual.

A dor costuma ser no baixo ventre e muitas vezes apenas está localizada num único lado.

Entre as várias causas para o aparecimento de dor nos ovários, há a destacar o crescimento do folículo e a irritação nos tecidos abdominais provocada pela erosão causada pelo folículo para expulsar o óvulo, o qual liberta líquido ou sangue ao romper-se.

Há mulheres que têm esta dor de forma muito intensa. Nestas alturas nem se conseguem mexer e têm de estar em repouso ou tomar calmantes. Estes calmantes devem sempre ser recomendados pelo médico ou ginecologista para ajudar a diminuir a dor.

De uma forma geral a dor vai desaparecendo à medida que passam os dias da menstruação. Mas é uma situação que pode ser um grande incómodo e que pode manter imobilizadas determinadas mulheres que padecem deste problema de forma continuada.

Mesmo que não pareça, ter ovulação dolorosa é uma situação normal. Não está relacionada com uma patologia, mas quando acontece todos os meses, o melhor é fazer um exame no ginecologista.

 

Quais os sintomas da dor de ovulação?

Os sintomas são variados e aparecem em determinados momentos. Embora normalmente apareçam umas duas semanas antes da menstruação, podem prolongar-se durante todo o período e durar mais uns cinco dias.

  • Dor moderada a intensa. Um dos principais sintomas é a dor na parte inferior do abdómen, muito próxima do osso da anca, e pode ser leve a moderada ou bastante intensa. Quando é leve, pode-se levar uma vida normal, mas quando sobe de intensidade, é necessário tomar calmantes para diminuir esta dor.
  • Cólicas. Outro sintoma comum. Também costumam aparecer na mesma parte baixa do abdómen. É preciso serem tratadas com medicamentos por ser um quadro bastante incómodo.

Principais tratamentos e conselhos para aliviar as dores da ovulação

Quando as dores são muito fortes e prolongam-se todos os meses, o melhor é recorrer ao médico para fazer um exame e ver o que se passa. Mas para mitigar esta dor, vamos dar alguns conselhos e tratamentos.

Exercícios e alongamentos

Embora não seja uma ciência exacta, muitos especialistas recomendam fazer exercícios e alongamentos de forma continuada. Isso ajuda a reduzir as dores e o estresse, uma das causas para a ovulação ser mais dolorosa.

Aplicar compressas quentes no abdómen

Outro remédio é aplicar calor na zona do abdómen. Isto pode ser feito de várias formas, como por exemplo com compressas quentes. Isto relaxa os músculos e aumenta a circulação.

Tomar um duche quente

Novamente, o calor pode ser bom para reduzir a dor provocada pela ovulação. A água quente não só relaxa, como também liberta endorfinas, o que ajuda a reduzir a dor.

Tomar calmantes e analgésicos

Quando a dor é muito forte e nenhum remédio serve, então os analgésicos, tipo ibuprofeno ou paracetamol, ajudam a reduzir bastante a ovulação dolorosa e a fazê-la sentir-se melhor de uma forma geral.

Anticonceptivos adequados para o ciclo hormonal

Os anticonceptivos regulam a menstruação, servem para não engravidar e também para evitar menstruações complicadas e dolorosas. Mas deve ser sempre o médico a prescrever qualquer tipo de medicamento.

 

É normal ter ovulação dolorosa?

Sim, é algo absolutamente normal. Com efeito, muitos especialistas consideram que ter ovulação dolorosa não significa que exista uma patologia, pois é algo muito habitual e que na maioria dos casos está relacionado com a ovulação e causa pequenos incómodos pontuais.

Não obstante, dado que a dor nos ovários nem sempre tem uma relação com a ovulação, o melhor será sempre recorrer à ajuda do seu ginecologista.