Dieta do Glúten

Dieta do Glúten

Dieta do Glúten
O que é o glúten? O glúten é uma proteína que pode ser encontrada em cereais como trigo, aveia, cevada, centeio e malte. Esta proteína é importante na fabricação de pães, biscoitos e bolos pois ajuda a dar-lhes uma textura mais fofa. No entanto, esta proteína não é muito benéfica para a sua saúde pois cola-se nas paredes intestinais prejudicando gradualmente o processo digestivo.

Riscos da ingestão do glúten

  • Intolerância ao glúten: Existem pessoas que não podem ingerir esta proteína e que, por isso, possuem alergias e lesões na pele.
  • Hipersensibilidade ao glúten: Não pode ingerir de maneira nenhuma esta proteína. O consumo da mesma provoca lesões no intestino impedindo o normal processo digestivo.
  • Reduz a produção da serotonina: Esta é a chamada hormona da “alegria”. Se tem tendência a se sentir mais triste ou deprimida reduza o consumo do glúten.

Alimentos com glúten

Alguns exemplos:
  • Cerveja;
  • Pão;
  • Massa;
  • Biscoitos;
  • Bolos.

Alimentos sem glúten

Alguns alimentos que pode consumir para substituir os alimentos com glúten:
  • Arroz;
  • Produtos à base de soja;
  • Milho;
  • Sementes de girassol;
  • Semente de linhaça;
  • Frutas e legumes;
  • Farinhas de milho, arroz, batata, mandioca, amido de batata e soja;
  • Bebidas: café, chá, bebidas gaseificadas e a maioria das bebidas alcoólicas (com excepção da cerveja);
  • Quinoa.

Dieta do glúten – como fazer?

A dieta do glúten consiste em retirar do seu plano alimentar os alimentos que contêm esta proteína. Ou seja, evitar ou deixar mesmo de ingerir qualquer tipo de alimento que contenha glúten.
Os alimentos com glúten devem ser substituídos por alimentos que não contenham este ingrediente. No entanto, é necessário ter em atenção que ao retirar certos alimentos que contenham glúten está a remover também vários alimentos ricos em hidratos de carbono. Por isso, tente equilibrar esses fatores para que não perca massa muscular e lhe falte energia.
Quando for fazer compras opte por comprar alimentos sem glúten, uma vez que, normalmente existe uma grande variedade deste tipo de produtos de forma a facilitar o seu processo de decisão.
Confecionar uma refeição sem glúten exige bastante atenção para que nenhum erro seja cometido. Deve fazer uma análise pormenorizada e cuidada dos ingredientes a utilizar. Leia sempre os rótulos e informações dos alimentos.
Deve evitar as refeições pré-preparadas quer sejam congeladas, em lata ou frescas uma vez que este tipo de comidas, regra geral, contêm glúten.

Benefícios de uma alimentação sem glúten

  • Reduz os estados depressivos;
  • Afina e molda a silhueta;
  • Diminuí a retenção de líquidos;
  • Alivia as dores articulares;
  • Reduz os problemas digestivos;
  • Reduz as enxaquecas e dores de cabeça;
  • Aumenta a energia e vitalidade;
  • Diminuiu o desenvolvimento de inflamações das mucosas (ouvidos, garganta, etc).
Sendo assim, está comprovado que um consumo reduzido de glúten é benéfico para a sua saúde, tanto a nível físico como psicológico. É o tipo de dieta ideal para quem pretende manter-se em forma.
2

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.