dieta da serotonina

Dieta da Serotonina – Controla o Apetite

dieta da serotoninaVocê tem excesso de peso? Você come tudo mesmo sem apetite? Tem a sensação de ser uma comilona compulsiva? Então conheça a dieta da serotonina e controle o seu apetite.
Muitas mulheres, e homens, têm grandes dificuldades em emagrecer. Não porque não tentem ter uma alimentação mais saudável e equilibrada, não porque não tentem comer menos, e não porque não façam exercício físico, mas sim porque há algo que os impede de controlar o apetite. Muitos estudos comprovam essa compulsão, e dessa maneira, a obesidade, justificando com os níveis de serotonina libertados pelo nosso cérebro.

O que é a serotonina?

A serotonina é uma substância que está envolvida na comunicação entre os neurónios do cérebro. Assim, esta substância tem a função de “dizer” a algumas partes do cérebro quando devem ou não produzir e libertar hormonas reguladoras do sono, do ritmo cardíaco ou do apetite. Desta forma, se a serotonina não estiver a ser libertada normalmente, então não haverá controlo na produção das hormonas atrás referidas. Nesse caso, as hormonas que deveriam dizer ao seu sistema digestivo que está saciado não são libertadas, e dessa maneira, o seu apetite mantém-se.

Dieta da serotonina

Através de uma dieta adequada, poderemos então controlar o seu apetite. E diminuindo o seu apetite para um nível normal, rapidamente começará a perder peso. A dieta de serotonina não é mais que fazer uma alimentação equilibrada e saudável, mas reforçando certos alimentos ou certas práticas, que fomentam a produção e a libertação da serotonina.
Coma seguindo as proporções adequadas de cada grupo alimentar, e respeitando as regras básicas de uma alimentação equilibrada, como não deixar distâncias de mais de três horas em comer, variar o mais possível em cada grupo alimentar, beber no mínimo 1,5 L de água por dia, e a prática de exercício físico regular. Nas pequenas refeições a meio da manhã e a meio da tarde introduza alguns hidratos de carbono, pois estes vão ajudar o corpo a absorver mais facilmente os nutrientes necessários para a produção da serotonina. Com o aumento da produção desta substância, a comunicação entre os neurónios irá melhorar, facilitando então a produção das hormonas reguladoras. Assim, o seu apetite ficará controlado, mas também o seu sono e o seu ritmo cardíaco, melhorando a sua saúde e a qualidade de vida.

Quais os melhores alimentos para o nosso corpo produzir serotonina?

O nutriente que é responsável pela produção da serotonina é a proteína. Esta contém uma substância, o Triptofano, que promove essa produção. No entanto, muitas vezes não é absorvida em quantidades suficientes. Aqui entram os hidratos de carbono. Com a ingestão moderada destes nutrientes ao longo do dia, mesmo nos lanches, criam-se as condições para que o Triptofano seja absorvido na quantidade necessária para regularizar a produção de serotonina.

Como funciona?

A dieta de serotonina está repartida em três fases:

Fase 1

Com a duração de duas semanas, tem a função de aumentar a produção de serotonina. Faça 3 lanches diariamente, e ao jantar, coma hidratos de carbono de maneira a não ter fome durante a noite.

Fase 2

Já com uma duração superior, de 6 semanas, tem o objetivo de equilibrar a produção da serotonina. Faça 2 lanches por dia, e aumente a quantidade de proteínas ao jantar, diminuindo ao almoço.

Fase 3

Numa fase de controlo, tem uma duração de 4 semanas. Faça apenas um lanche por dia. Varie mais os seus alimentos, e mantenha as regras da fase 2.
2

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.