Dieta anti-inflamatória para evitar problemas de saúde

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Dieta anti-inflamatóriaUma coisa comum nas doenças do coração, a diabetes tipo 2, os acidentes cérebro-vasculares, a doença de Parkinson, a doença de Alzheimer e a artrite reumatóide é o facto de todas elas começarem com uma inflamação crónica.

A inflamação é o mecanismo de defesa principal do corpo contra invasores como micro-organismos nocivos e alérgenos. É uma reacção do sistema imunitário à infecção, lesão ou irritação.

Os principais sintomas da inflamação são a vermelhidão, o inchaço e a dor. Por vezes também poderá haver uma perda de função como no caso da artrite reumatóide.

De uma forma geral, a inflamação é tratada com diferentes medicamentos anti-inflamatórios como os esteróides ou medicamentos anti-inflamatórios não esteróides, mas existem. É por isso que hoje vamos falar das bases de uma dieta anti-inflamatória.

 

Bases de una dieta anti-inflamatória

Ao iniciar uma dieta anti-inflamatória, lembre-se sempre que há alimentos, como a “comida rápida” (hambúrgueres por exemplo) que têm efeitos pro-inflamatórios, o que significa que podem aumentar a inflamação e a dor, pelo que se deve excluir estes alimentos da dieta.

Por outro lado, uma dieta deve ser rica em alimentos com propriedades anti-inflamatórias como verduras frescas, frutas, frutos secos e peixe.

 

Alimentos que se devem evitar

Numa dieta anti-inflamatória é preciso evitar a alimentação pouco saudável, a comida rápida, açucares e carnes gordas. Carnes processadas como as salsichas ou cachorros quentes. Os alimentos com muito açúcar que causam obesidade e doenças como a diabetes.

Deve-se evitar alimentos ricos em açúcar, como pasteis, doces, bebidas e cereais pré – adoçados. Algumas hortaliças como beringelas, tomates, batatas e outros vegetais poderão eventualmente piorar a dor da inflamação.

Os alimentos que devem ser excluídos da dieta anti-inflamatória são os alimentos pouco saudáveis, alimentos processados ​​, alimentos congelados e enlatados, açúcares, edulcorantes artificiais, a carne de porco, carne vermelha, pão branco e as massas.

 

Alimentos anti-inflamatórios

Uma dieta diária normal ter um equilibro adequado entre proteínas, hidratos de carbono, gorduras, fibras e nutrientes essenciais como vitaminas, minerais e aminoácidos.

Estes nutrientes podem ser obtidos através de verduras frescas, frutas, azeites, grãos, carnes, peixe, produtos lácteos, sementes e nozes. Pode incluir sempre gorduras saudáveis como as gorduras monoinsaturadas na sua dieta.

A dieta anti–inflamatória recomenda as gorduras como o azeite de coco, azeite de linhaça, azeite de oliveira extra virgem e ómega- 3 do peixe.

Verduras frescas como os brócolos, couves, pimentos, couves de Bruxelas, feijão-verde, alho, espinafres, alho-porro e as batatas-doces.

Frutas como maçãs, limões, abacates, papaias, uvas, laranjas, morangos e as amoras também possuem propriedades anti-inflamatórias. Estas verduras e frutas são ricas em antioxidantes e vitaminas como a A, C e E. Podem reduzir a inflamação.

Aqui ficaram algumas dicas sobre uma dieta anti-inflamatória. Tem algum alimento para juntar a esta lista?

Um comentário

Deixe o seu comentário


Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close