Controlar a psoríase

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

psoriaseA psoríase, apesar de ser uma doença crónica e irritante, não é contagiosa. Na maioria dos casos, o seu aparecimento é consequência de uma herança genética.

Costuma apresentar-se em todo o seu “esplendor” aparecendo nos joelhos, cotovelos, por trás das orelhas ou mesmo no couro cabeludo, quando a pessoa que padece deste problema passa por estados de stress ou nervosos.

Nestas alturas em que as lesões da pele são mais visíveis e nalguns casos até mesmo dolorosas, existem alguns remédios caseiros económicos que num curto período de tempo podem ajudar a melhorar e a recuperar deste problema. Por exemplo, o sabão caseiro que era utilizada pelas nossas mães e avós e que era feito de azeite e soda caustica. Outro bom remédio, embora não esteja ao alcance de todos, é tomar banho na praia, uma vez que o sal e o iodo existentes na água do mar fazem com que a recuperação das lesões na pela seja muito mais rápida.

Por outro lado, outro excelente tratamento natural que se pode obter em qualquer loja de sabões artesanais é o composto por champô (em pastilha), sabão e loção para o corpo de arvore-do-chá.

Ambos os tratamentos podem ser feitos diariamente, a não ser que seja alérgico a algum dos seus componentes (soda, azeite, glicerina…), e não provocam irritações na pele.

Há que ter algum cuidado na utilização de produtos com Aloé-vera, já que na maioria dos casos, este componente tão benéfico para o tratamento de outras irritações cutâneas pode ser muito prejudicial para a psoríase. Se utiliza qualquer produto com este componente, é preciso estar muito atento à evolução das feridas na pele.

À parte destes tratamentos naturais, se pedir ajuda ao seu médico, este lhe dará as melhores indicações para controlar o problema da psoríase. Nunca deixe de pedir a opinião dele.

Deixe o seu comentário


Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close