alergia a picadas

Como saber se tem alergia a picadas de vespas e abelhas

alergia a picadasPara muitas pessoas, uma simples picada destes insectos pode ser um perigo serio para a saúde. O problema é que muitas pessoas não fazem a mínima ideia que são alérgicas ao veneno das abelhas ou das vespas.

Quer saber se é alérgico às picadas destes insectos? Hoje em Rica Saúde vamos ver como são as alergias às picadas de abelhas ou vespas.

 

Quando nos devemos preocupar?

A nível mundial, calcula-se que mais de 2% da população tem algum tipo de reacção sistemática ou generalizada à picada destes insectos. Embora as probabilidades de ser alérgico ao seu veneno sejam muito baixas, os riscos e as consequências são em contrapartida altos.

Para algumas pessoas, a picada de uma abelha ou vespa pode ser um verdadeiro risco para a saúde. Com efeito, a reacção mais perigosa é o choque anafiláctico que pode até mesmo causar a morte, no pior dos casos.

Embora existam diferentes níveis de alergia, em função da gravidade e do tipo de reacção no sistema respiratório e circulatório. Mas como podemos saber se temos que nos preocupar em relação há picadas dos himenópteros (abelhas e vespas)?

Se após ter sido picado a zona afectada tem mais de 10 centímetros de diâmetro, isso poderá ser um claro indício de que é alérgico ao veneno destes insectos. Por essa razão deverá actuar rapidamente e recorrer ao apoio médico o mais rápido possível.

Já passaram mais do que 24 horas desde que foi picado e a reacção ainda persiste? Este é outro indício claro de que é alérgico, pelo que não deve esperar nem mais um segundo para recorrer às urgências.

alergia

Tratamentos preventivos

Como sempre acontece na medicina, a prevenção é a melhor solução. Por exemplo, sabia que existem tratamentos preventivos para combater esta alergia?

Trata-se de um tratamento que dura entre 3 e 5 anos, e que é muito eficaz, chamado de imunoterapia específica. Consulte um especialista que o poderá informar melhor sobre este tipo de tratamento.

15 Comentários

  1. Teresa
    Novembro 8, 2017
  2. Silvia
    Maio 3, 2017
    • Paulo Rosa
      Maio 3, 2017
  3. Jocelia santos
    Janeiro 19, 2017
  4. Cristiane Dias
    Janeiro 8, 2017
    • Paulo Rosa
      Janeiro 9, 2017
  5. Ana Cecília
    Janeiro 6, 2017
  6. laysa vitoria theodoro gomes
    Janeiro 5, 2017
    • Paulo Rosa
      Janeiro 5, 2017
  7. Ludmilla
    Setembro 25, 2016
    • Paulo Rosa
      Setembro 26, 2016
  8. george fernandes
    Julho 3, 2016
  9. Fernanda
    Maio 25, 2016
    • Paulo Rosa
      Maio 25, 2016

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.