Como Organizar o Frigorífico

Como Organizar o Frigorífico Para Ter Mais Saúde

Como Organizar o FrigoríficoEsta dica  vale para homens e mulheres, principalmente aqueles que vivem sozinhos ou têm uma vida muito agitada, pois saber como organizar o frigorífico é importante para manter uma boa saúde.
Alimentos como leite, carne, legumes e frutas precisam ser refrigerados para se manterem preservados. Mas também é importante manter a cadeia de frio ininterrupta, ou seja, os alimentos que necessitam de refrigeração devem ser mantidos nessa condição desde a sua compra até o momento de sua utilização.
Os alimentos devem ser frescos e preservar todas as suas propriedades para que se mantenham saudáveis e aptos para o consumo. Portanto é importante fazer as suas compras em estabelecimentos de confiança que garantam que essa cadeia de frio não foi quebrada em momento algum. Se você abrir um recipiente contendo alimentos frescos para consumir e, porventura desejar utilizar uma parte mais tarde, você deve armazená-los no frigorífico ou congelador que seja capaz de manter uma temperatura entre 0 e 8 graus Celsius.

Tabela de Conteúdos

Manter os alimentos correctamente no frigorífico

Os alimentos e produtos devem ser guardados no frigorífico conforme a temperatura que necessitam. Alguns precisam ser mantidos em temperaturas mais frias do que outros. Os legumes e verduras de folhas, como alface, rúcula, agrião e espinafre, devem ficar armazenados em áreas menos frias e bem longe do congelador, se for o caso, pois o frio faz com que estraguem mais rápido. Poderá guardá-los na gaveta inferior do frigorífico, sempre embalados em sacos plásticos bem fechados.
Na prateleira inferior, logo acima da gaveta, poderá colocar os alimentos que necessitam de pouca conservação, como por exemplo, as frutas, que só devem ser colocadas no frigorífico se estiverem maduras e preferencialmente em recipientes plásticos.
As prateleiras intermediárias do frigorífico podem ser usadas para guardar algumas sobremesas ou doces, carnes temperadas ou em fase de descongelamento, sempre acondicionadas em recipientes. Nesta parte também poderá guardar sobras de alimentos preparados, preferencialmente dentro de recipientes rectangulares ou quadrados, para dar maior arrumação, e sempre com tampa. O formato dos recipientes possibilita que eles sejam colocados uns em cima dos outros e ocupem menos espaço no frigorífico.
Na prateleira superior do frigorífico, guarde os alimentos que precisam de temperaturas mais baixas, como frios, algumas sobremesas, massas frescas, pratos prontos, queijos, iogurtes, manteiga, requeijão e patês. Atenção que alguns desses alimentos devem permanecer em embalagens fechadas, para não espalharem cheiros pelo frigorífico. Guarde também os ovos na própria embalagem e com a ponta menor voltada para baixo.
A porta deve ser usada para guardar alimentos de consumo rápido, pois o abrir e fechar do frigorífico provoca variação na temperatura e altera o frio nos alimentos. Portanto, use as diferentes repartições da porta do frigorífico para colocar água, refrigerantes, leite, geleias, vidros de azeitonas e conservas, além de condimentos e molhos como maionese, mostarda e ketchup.
Nós recomendamos que siga as nossas dicas para ajudar a manter os alimentos em seu frigorífico de forma que permaneçam saudáveis para o consumo.

Aqui apresentamos o número máximo de dias que você deve manter os seguintes alimentos no frigorífico:

  • Peixe fresco (limpo) e carne moída: 2 dias
  • Carne crua: 3 dias
  • Carne e peixe cozido: 2-3 dias
  • Ovos: 2-3 semanas
  • Arroz e feijão: 5 dias
  • Vegetais crus e conservas abertas (guardar em outro recipiente): 4-5 dias
  • Leite aberto, sobremesas, vegetais cozidos: 3-4 dias
  • E outros produtos lácteos, com uma data de validade: o indicado na embalagem
Alimentos mal conservados podem causar intoxicações relacionadas a salmonela, listeria, botulismo, Escherichia coli, entre outras.

Razões Para Conservar Bem os Alimentos

Uma boa dieta é composta de três factores: uma boa selecção de alimentos, a sua qualidade e a sua conservação. Uma conservação correta mantém as características nutricionais dos alimentos inalterada, além de seu sabor, textura e cheiro. Isso garante que não vai se sentir mal quando decidir consumir o alimento.
O armazenamento correcto de alimentos é também parte de uma dieta saudável, principalmente por manter todos os nutrientes e componentes essenciais para viver e se manter saudável. Os alimentos bem conservados nos dão energia para manter ou reparar tecidos do nosso corpo, entre outras coisas.
Uma má conservação dos alimentos impedirá que estes nos forneçam os nutrientes necessários, o que pode levar a um desequilíbrio no organismo e causar desnutrição, deficiência de nutrientes específicos e, às vezes, até mesmo uma intoxicação, que pode afectar nossa saúde, o trabalho ou o desempenho escolar, crescimento lento em crianças e causar o desenvolvimento de doenças em adultos.
Microorganismos (bactérias presentes no meio ambiente e parasitas próprios dos alimentos), enzimas presentes nos alimentos, a temperatura, luz, humidade e oxigénio, a deterioração dos alimentos que irá alterar as características físicas e químicas dos seus nutrientes.
O alimento armazenado apropriadamente, tem a vantagem de permanecer mais tempo e manter o seu valor nutricional, porque a vida é mantida por um longo período de tempo. Finalmente, lembre-se que um frigorífico funciona melhor quando não está muito cheia e há espaço suficiente entre diferentes alimentos. Portanto, dentro do frigorífico é importante a localização dos alimentos e o espaçamento adequado entre eles, um detalhe que muitas vezes nos esquecemos.
2

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.