Colite ulcerativa – Sintomas e remédios naturais

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

colite ulcerativaDe seguida vamos ver quais são os sintomas de colite ulcerativa mais habituais, bem como as causas e os remédios naturais mais adequados para o seu tratamento.

 

O que é a colite ulcerativa?

A colite ulcerativa é uma doença que provoca uma inflamação da mucosa do colon e do recto.

Esta doença não costuma aparecer durante a infância. Surge normalmente a partir dos quinze anos (mais ou menos).

A colite ulcerativa pode ter vários nomes consoante a zona do intestino que é afectada:

  • Proctossigmoidite: quando afecta o sigmóide e o recto.
  • Proctite ulcerativa: quando afecta basicamente o recto.
  • Pancolite: quando todo o colon está inflamado.
  • Colite ulcerativa esquerda: quando é afectado o angulo esquerdo do colon.

A colite ulcerativa é, sem dúvida, uma doença crónica. O paciente pode passar vários meses sem nenhum problema e de repente aparecer uma crise.

 

Sintomas de colite ulcerativa

Os sintomas de colite ulcerativa aparecem, desaparecem e evoluem com cada manifestação ou crise:

  • Dor na zona abdominal.
  • Diarreia com sangue.
  • Hemorróidas e fístulas.
  • Gases
  • Cólicas.
  • Problemas hepáticos.
  • Dor nas articulações.
  • Perda de peso e pouco apetite.
  • Febre
  • Chagas na boca.

 

Etiologia da colite ulcerativa

Não existe um único factor, mas o acumular de vários:

  • Alergias alimentares.
  • Os nervos são um dos factores que costumam agravar ou provocar a maior parte das crises.
  • Para muitos autores é uma doença auto-imune e com um factor hereditário muito importante.
  • Estatisticamente afecta mais as pessoas de raça branca.
  • Costuma haver um défice de enzimas digestivas.

 

Dieta adequada

Sempre que falamos de uma dieta para a colite ulcerativa já sabemos que temos de evitar os alimentos fritos, gordurosos, picantes, legumes e alimentos refinados.

Comer devagar, mastigando e salivando de forma consciente são factores básicos para melhorar a capacidade digestiva dos pacientes, reduzindo assim os sintomas.

Uma boa hidratação é também vital nos pacientes com tendência para as diarreias. Para além de água podem ser tomadas infusões, sopas e sumos (desde que não sejam ácidos).

O ideal seria ter a ajuda de um nutricionista para a criação de uma dieta personalizada, uma vez que cada pessoa é diferente.

 

Plantas medicinais

Dentro da fitoterapia existem algumas plantas que podem ajudar a melhorar os sintomas da colite ulcerativa:

  • Melissa (erva cidreira), Tília, Flor de Laranjeira e a maioria das que actuam sobre o sistema nervoso.
  • Regaliz ou alcaçuz (não deve ser tomada por hipertensos).
  • Boswellia serrata.

 

Homeopatia e acupunctura

Ambas são terapias que procuram reequilibrar a pessoa, pelo que serão uma grande ajuda para poder reduzir as crises, a intensidade e a frequência das mesmas.

 

Diminuir os níveis de stress

Nos pacientes onde existe uma relação evidente entre os nervos e as crises, torna-se fundamental procurar uma técnica de relaxamento. Pode ser o ioga, tai-chi, meditação, passear pelo campo, dançar, praticar desporto com moderação, etc.

Os intestinos e o sistema digestivo, de uma forma geral, são o reflexo de emoções que não podemos expressar. Recorrer à ajuda de um psicólogo ou qualquer especialista que nos ajude é outro pilar básico na luta contra a colite ulcerativa.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close