cannabis sativa

Está próxima a legalização da cannabis medicinal?

cannabis sativaDurante a história da marijuana tem-se debatido constantemente entre a permissividade e a perseguição ao longo de toda a história, até porque o seu consumo remonta há mais de 8.000 anos na China.
A possibilidade de legalizar a cannabis com fins medicinais adquire cada vez mais peso no debate entre a sua completa legalização ou restrição. Apesar de tudo, são já bastantes os países que aprovaram o seu uso terapêutico e há outros que planeiam fazê-lo até mesmo para usos recreativos.
Quer saber mais sobre o debate da cannabis medicinal? Então não perca o resto deste artigo.

Tabela de Conteúdos

Cannabis medicinal – Está próxima a sua legalização?

Há muitas perguntas que se levantam sobre a sua eventual legalização. Em que condições deveria ser legalizada? Que consequências pode acarretar a sua aceitação? Não é fácil adivinhar as consequências ou benefícios. O que deveria ser observado é que a reivindicação actual acerca do uso com fins medicinais provocou uma descida da percepção dos riscos do seu consumo.
Não obstante, existem imensos estudos científicos que defendem as suas virtudes medicinais, tal como existem outros que denunciam os seus efeitos nocivos para a saúde derivados do consumo crónico.

Efeitos positivos e negativos do consumo de cannabis

Principais efeitos positivos do consumo de cannabis

Um dos efeitos positivos mais destacados do uso de cannabis com fins medicinais é o tratamento da dor crónica em adultos, pois ajuda os pacientes a ter mais probabilidades de reduzir significativamente a sua dor. Por outro lado, também ajuda a relaxar as pessoas mais activas com problemas de ansiedade, fomenta a reactividade, favorece a recuperação do apetite, melhora o sono, reduz a sensação de náuseas e exerce uma acção anticonvulsiva.

cannabis medicinalPrincipais efeitos negativos do consumo de cannabis

Tal como referimos anteriormente, também há estudos que mostram de forma taxativa que a acção da cannabis causa danos cognitivos e transtornos psicóticos, pois altera tanto a estrutura, como a função cerebral  (especialmente no caso dos adolescentes). Também ressaltam à vista as deficiências cognitivas e o aumento do risco de vir a desenvolver problemas psiquiátricos. Mas não é apenas isso. Os especialistas também destacam a consequente alteração da percepção sensorial, a redução significativa da memória de curto prazo, bem como da atenção e das capacidades motoras. Pode até mesmo conduzir a estados preocupantes de ansiedade e ataques de pânico.
Esperamos que tenha achado interessante e útil conhecer esta informação. Como sempre, convidamo-lo a deixar um comentário com a sua opinião sobre este debate? Quais acha que podem ser as consequências da legalização da cannabis?
4

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.