Benefícios da Alpista

Benefícios da Alpista

Benefícios da Alpista
A alpista não é boa apenas para a alimentação dos pássaros. Se quer saber tudo sobre os benefícios da alpista, então este artigo é para si.
A palavra alpista provém do latim “pistum” que significa moer ou mastigar. A alpista é uma planta originária da região noroeste de África. É cultivada sobretudo como alimento para os pássaros, mas cresce de forma selvagem em países de clima quente.
A alpista é uma semente muito nutritiva porque é rica em proteínas vegetais. Três colheres de alpista têm mais proteínas do que um quilo de carne. As proteínas da alpista são muito fáceis de assimilar porque têm aminoácidos estáveis.

Tabela de Conteúdos

Benefícios da alpista

Ajuda a prevenir a prisão de ventre

No arquipélago espanhol das Canárias a alpista é muito conhecida pela sua capacidade diurética e é usada até mesmo em casos de cistite ou pedra nos rins.
A alpista é um cereal muito rico em fibra pois tem uma quantidade de fibra parecida com o centeio, aveia ou milho.

Tem propriedades anti-inflamatórias

As propriedades anti-inflamatórias da alpista ajudam a manter em bom estado o aparelho digestivo e o sistema urinário.

Pode ajudar a perder peso

A alpista tem a capacidade de metabolizar as gorduras, podendo assim ser um excelente aliado de quem quer perder alguns quilos a mais.

Reduz o colesterol

A alpista é um cereal saciante rico em vitaminas do grupo B e em fibra insolúvel que podem ajudar a baixar os níveis de colesterol e a diminuir a celulite.
A alpista é utilizada como alimento para as aves, mas também se pode utilizar como alimento para os humanos em versão farinha. Em muitos países europeus é feito um pão de trigo a que é acrescentado um pouco de farinha de alpista e obtêm-se um pão com sabor muito agradável e com muitas propriedades saudáveis.
A indústria têxtil obtém da farinha da semente de alpista uma substância espessa que serve para polir tecidos como peças de seda e algodão.
A alpista para consumo humano deve ser pelada pois a casca tem umas velosidades que contêm fibras de sílica que podem causar infecções na faringe e nos pulmões.
Um copo de leite de alpista contém tantas proteínas como um pedaço de carne. O atole de alpista é uma bebida muito consumida na América do Sul. Para a fazer é necessário:
  • 250 gramas de farinha de milho
  • 1 pau de canela
  • 2 litros de água
  • 5oo gramas de alpista
  • 4oo gramas de açúcar
Aqueça a água com o açúcar, a alpista e a canela durante 30 minutos. Retire a canela e coe a preparação. Voltar a pôr no lume e adicione lentamente a farinha de milho até ganhar a espessura pretendida. Remova bem para que não se formem grumos durante uns 30 minutos. Deixe esfriar e sirva esta bebida bem fria.
3

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.