A antidieta

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

antidietaA antidieta não é uma dieta para fazer apenas durante alguns dias, mas um conjunto de conselhos que visam ensinar a combinar os alimentos no caminho de uma vida mais saudável e da perda de peso.

 

Origem e bases da Antidieta

A antidieta é uma tendência dietética já que nos dá alguns conselhos para a nossa alimentação que procuram ajudar a perder peso e a conseguir ter uma vida com mais saúde. Os seus divulgadores foram Harvey e Marlyn Diamond.

Entra dentro do grupo das dietas dissociadas que procuram a adequada combinação dos alimentos. Segundo a antidieta uma boa combinação de alimentos favorece uma boa digestão, um bom nível de energia e a capacidade de eliminar as toxinas e o excesso de peso. Para a antidieta não seria tão importante, como o contar das calorias nem a quantidade de alimentos, mas sim saber e aprender a combina-los.

Um conselho básico é não combinar na mesma refeição os hidratos de carbono e as proteínas já que a sua digestão precisa de diferentes substâncias (mais alcalinas ou mais ácidas).

Outro aspecto importantíssimo na dieta da antidieta é o horário. Entre as 5 da manhã e a 1 da tarde estaríamos na fase da depuração ou eliminação de toxinas e deveríamos de comer apenas fruta. Da 1 da tarde às 7 da tarde, estaríamos na fase da digestão e de máxima energia O ideal seria comer saladas, sopas, verduras e hortaliças. Das 7 da tarde às 5 da manhã, estaríamos na fase de recuperação ou reconstrução corporal e é quando podemos comer as proteínas e hidratos de carbono, sem problema.

 

Antidieta e combinações alimentares aconselháveis

Os hidratos de carbono são: cereais (arroz, trigo, aveia, centeio, amaranto, milho, cevada), flocos de cereais, pão, batatas, massas (esparguete, macarrão, etc.) e todos aqueles alimentos com muito amido (castanha, batata doce, etc.).

As proteínas são: carne, peixe, ovos, soja, lentilhas, grão, feijão, ervilhas, salsichas, tofu, glúten, tempeh, etc.

O ideal seria comer verduras ou saladas com um prato e escolha entre proteína ou hidrato de carbono. Por exemplo verduras mais um prato de massa ou com uma posta de peixe. Este seria o conselho dietético mais importante da dieta antidieta.

 

Antidieta e combinações ou associações alimentares NÃO recomendáveis

  • Ácido com ácido: não misturar vinagre com limão
  • Ácido com amido: toranja e banana; vinagre e arroz; limão e esparguete; pão e toranja; ananás e batata-doce, etc.
  • Proteína e amido: pão com lentilhas; soja e arroz; ovo e batata, etc.
  • Gorduras e açucares: amêndoas e tâmaras; manteiga e açúcar; etc.
  • Proteína e proteína: lentilhas e ovo; grão e carne ou peixe, etc.
  • Amido com amido: pão e arroz; arroz e batatas; banana com cereais, etc.

 

De forma geral com a antidieta recomenda-se comer a fruta apenas pela manhã.

Os produtos lácteos combinam com tudo e recomenda-se usar azeite vegetal em lugar de manteiga ou margarina.

A proteína, especialmente de origem animal, deve ser acompanhada com salada.

Não comer sobremesa excepto se for láctea.

As infusões devem ser bebidas sem adoçantes.

 

Exemplo de um menu segundo a dieta antidieta

  • Pequeno almoço: fruta fresca, macedónia de frutas ou sumo de fruta fresco.
  • Almoço: verduras com um pouco de queijo fresco; um prato de massa com um pouco de queijo; sopa de lentilhas com salada, etc.
  • Jantar: uma proteína com salada ou um hidrato de carbono com salada.
  • Bebidas: em geral tentar beber o máximo de líquidos em forma de agua, sopas, sumos ou infusões.

 

Vantagens e benefícios da antidieta

De inicio, um detalhe muito importante é que nos torna conscientes de que grupos ou famílias de alimentos (proteínas, hidratos, gorduras, etc.) estamos a comer em muita ou pouca quantidade. Em geral comemos muito de um único grupo e pouco de outros. Com a antidieta aumentamos bastante o consumo de fruta e verduras.

Outro detalhe importante é que com a antidieta muitas pessoas aprendem a observar-se e a ver que alimentos lhe produzem gases, prisão de ventre, etc. Pouco a pouco consegue-se aprender quais são os alimentos que nos fazem sentir melhor e pior.

A antidieta permite perder peso sem estar a contar as calorias, nem a pesar os alimentos. Não há alimentos proibidos mas a forma adequada de os comer.

Estas dieta muito prática na hora de cozinhar e de nos organizarmos (mesmo se formos jantar a um restaurante) pois sabemos que devemos pedir um primeiro prato (verduras ou salada) e um segundo prato (proteína ou hidrato).

 

Desvantagens e inconvenientes da antidieta

Recomendamos sempre antes de iniciar qualquer dieta, que consulte primeiro o seu médico ou especialista em nutrição pois cada pessoa é diferente e pode necessitar de maior ou menor quantidade de um grupo de alimentos segundo o seu caso particular (desportistas, crianças, determinados doentes, etc.)

Algumas pessoas observam que se comerem apenas fruta de manhã, tendem a ter quebras dos níveis de açúcar ou hipoglicemias. Sentem-se apáticas e cansadas.

Há que ter cuidado a fim de que não faltem as proteínas.

 

Como sempre, recomendamos que consulte o seu médico, terapeuta ou outro profissional de saúde competente. A informação contida neste artigo tem uma função meramente informativa.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...