anorexia

Anorexia, causas, sintomas e tratamento

A anorexia é uma doença que se caracteriza pelo comportamento permanente de uma pessoa, no sentido de manter o seu peso abaixo do ideal. Este comportamento, derivado de uma perturbação psicológica, resulta da perceção desvirtuada que essa pessoa tem do seu corpo, vendo-se sempre como demasiado gorda, provocando dessa maneira, distúrbios alimentares, caracterizadas pela rejeição de uma alimentação em quantidades adequadas. Normalmente, devido à perceção errada do seu corpo, as pessoas anoréticas não admitem o problema. Se nada for feito para ajudar essas pessoas, a anorexia poderá entrar numa espiral que pode levar em último caso à morte.
anorexia

Causas da anorexia

As causas deste problema são normalmente relacionadas com problemas psicológicos. Estes provocam ansiedades e distorções da realidade, tornando a rejeição dos alimentos uma obsessão. Estes problemas psicológicos podem ser causados por problemas emocionais, personalidade fraca e vulnerável a pressões externas, ou ainda, a fatores socioculturais. Relativamente a este último, cada vez mais existe uma pressão criada pela existência de estereótipos na sociedade, que leva a que muitos adolescentes, principalmente mulheres, a adotarem conscientemente comportamentos que podem ser causadores da anorexia. Uma das medidas anti anorexia tomadas nos últimos tempos no sentido de alterar a imagem das modelos, é a adoção de índices de massa corporal mínimos que estas têm de ter para poder desfilar.

Consequências da anorexia

A anorexia caracteriza-se pela rejeição dos alimentos. Assim, o organismo de um anorético não receberá os nutrientes necessários para funcionar corretamente, sofrendo por isso de diversas maneiras. Assim, uma pessoa que sofra de anorexia terá vários problemas de saúde a acompanhar esta doença mental, tais como: queda de cabelo e unhas, enfraquecimento dos dentes, ausência de menstruação ou um sistema imunológico mais fraco. Além disso, uma pessoa anorética tem normalmente os seguintes problemas a acompanhar: depressão, isolamento, alterações comportamentais e emocionais, sono irregular, desejo intenso por alimentos ricos em açúcar, falta de vontade no dia a dia e na tomada de decisões.

Tratamento da anorexia

Normalmente um doente anorético apenas é tratado quando este admite que tem esse problema, já que sem a vontade do paciente, o tratamento não seria possível. Assim, é habitual apenas ser feito em fases mais avançadas da doença. O tratamento para a anorexia é realizado, não apenas por um médico, mas por um conjunto de especialistas. Assim, normalmente esta equipa é formada por um psicólogo, um nutricionista e um endocrinologista. O tratamento tem duas dimensões. Em primeiro lugar, o doente terá de recuperar o peso ideal, ou um peso aceitável, para que o organismo funcione normalmente e esteja mais protegido contra outras doenças. Nesta fase, será importante principalmente o nutricionista, e cuidados diários para uma alimentação equilibrada e saudável, que permita o pleno funcionamento do organismo, bem como a reposição da massa muscular perdida. Numa segunda dimensão, devem ser atacados motivos que levaram à disfunção comportamental, através de medicação e psicoterapia. Aqui entrarão em ação o endocrinologista, para regularizar as secreções fisiológicas do organismo, e o psicólogo, para tentar resolver as causas que provocaram o distúrbio mental.
1

Sem comentários

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.