Alimentos que ajudam a emagrecer

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Alimentos que ajudam a emagrecerExistem alimentos que nos ajudam a emagrecer. As razões? As razões são diversas, desde os alimentos que acalmam o apetite, passando por outros que enchem o estômago, até aqueles que proporcionam uma sensação de saciedade por mais tempo.

Conhecendo as propriedades de cada tipo de alimento e como nos podem ajudar se estivermos a fazer dieta ou simplesmente se queremos controlar o nosso apetite, podemos ter mais sucesso. Por isso durante estes dia iremos falar deles, dos alimentos que têm propriedades específicas e úteis para nos ajudar nestes casos.

Em principio podemos dividi-los em 5 tipos:

  • Os que são capazes de acalmar a ansiedade
  • Os que são capazes de encher rapidamente o estômago
  • Os que têm a propriedade de permanecer mais tempo no estômago
  • Os que nos fazem mastigar bem
  • Os que de digerem mais lentamente e que por isso acalmam a sensação de fome

Como podemos ver, conforme o nosso problema na hora de seguir uma dieta de emagrecimento podemos nos valer de um ou outro tipo de alimento.

Como referimos anteriormente, alguns alimentos podem-nos ajudar a emagrecer e os dividimos em 5 grupos. Vamos agora falar de um deles: os alimentos que nos obrigam a mastigar bem.

Quando mastigamos os alimentos lentamente comemos de forma lenta (passe a redundância) e por isso mesmo temos tendência a comer menos. A razão é que damos tempo ao nosso cérebro para captar a sensação de saciedade, uma sensação que pode tardar cerca de 20 minutos.

Um exemplo destes tipo de alimento são as verduras e as hortaliças de folha verde ou os cereais, que também servem o propósito de introduzir fibras na dieta, o que também irá ajudar a emagrecer.

Este tipo de alimentos poderão ajudar especialmente na dieta se o problema ou problemas que se apresentam for um dos seguintes:

  • Se comer muito rápido
  • Se tiver problemas para perceber a sensação de saciedade
  • Se sente ansiedade na hora de comer
  • Se segue uma dieta na qual estão programadas poucas refeições ao dia
  • Se quer regular o seu trânsito intestinal

Agora vamos conhecer os alimentos capazes de permanecer mais tempo no estômago.

A lógica deste tipo de alimentos neste caso é muito fácil de entender, pois se um alimento passa mais tempo no estômago, então demorará muito mais tempo até se sentir a sensação de fome porque estaremos cheios (literalmente).

Os nutrientes que têm a capacidade de passar mais tempo no estômago são as proteínas pelo que os alimentos que permanecem mais tempo no estômago são os alimentos proteicos, em especial as carnes.

No entanto, neste caso apresenta-se um problema, pois se escolhermos mal a carne para a nossa dieta, podemos estar a escolher um produto gordo e prejudicar a nossa dieta, trazendo consequências nefastas. É por isso que devemos consumir carnes brancas como frango ou peru. Pouca gordura e com a possibilidade de passar muito tempo no estômago.

Deve adicionar este tipo de alimento na sua dieta especialmente se:

  • Tiver problemas para controlar o apetite
  • Sentir fome continuamente e tiver problemas de concentração devido a isso
  • Passar muito tempo entre as refeições na sua dieta

Seguindo com os grupos de alimentos capazes de ajudar-nos a emagrecer, vamos agora falar de um grupo especial, o dos alimentos capazes de proporcionar energia por mais tempo.

São alimentos que libertam energia durante mais tempo do que o normal, e que por isso fazem com que se suporte melhor as dietas de emagrecimento, permitindo estar mais activos.

Este é o caso dos hidratos de carbono de absorção lenta que podemos encontrar nos produtos feitos com cereais, como o pão, massas ou arroz.

O problema neste caso é que são alimentos que normalmente removemos das dietas com medo de que engordem, mas como se pode ver têm muitas qualidades que os tornam especialmente importantes nalguns casos, como por exemplo:

  • Se se sentir fraco durante a dieta
  • Estiver menos activo
  • O seu estado de ânimo mudar facilmente
  • Tiver problemas em seguir uma dieta

Agora vamos falar de mais alimentos que podem ajudar a emagrecer. Em concreto do grupo de alimentos capazes de preencher o estômago de forma rápida.

A ideia neste caso também é de fácil entendimento, se utilizamos estes alimentos como entrada nas refeições conseguiremos ficar saciados, de forma a que quando nos sentarmos à mesa não teremos tanta fome e o impulso de comer desenfreadamente estará controlado. Desta forma terá uma sensação de saciedade antes do impulso de comer evitando evitando a sobre alimentação.

Os alimentos com esta capacidade são aqueles com uma grande quantidade de fibra, como os espargos, os vegetais e as hortaliças. É por isso que os especialista insistem na recomendação de se começar as refeições com as saladas.

Estes alimentos têm também outra qualidade, pois uma vez que têm grandes quantidades de fibras, irão também melhorar o trânsito intestinal.

Dentro deste grupo também entram os líquidos, desde a água aos sumos, uma vez que são alimentos com a capacidade de encher rapidamente o estômago. Um copo de agua três minutos antes das refeições fará com que se sinta menos fome quando se sentar em frente à comida.

Estes alimentos são especialmente recomendados numa dieta se:

  • Costuma comer muito rápido
  • Tende a fazer grandes refeições
  • Faz poucas refeições por dia
  • Sente ansiedade na hora de comer

Vamos finalmente falar do último grupo de alimentos com a capacidade de ajudar a emagrecer, neste caso alimentos pensados para aquelas pessoas que além de um problema de alimentação têm um problema de ansiedade que precisam de controlar antes de começar a dieta.

Neste caso não vamos falar das propriedades devidas à estrutura ou composição dos alimentos nem sequer do uso que têm no sistema digestivo, mas só e apenas dos alimentos que são capazes devido às substâncias que contêm de acalmar a ansiedade que uma dieta pode causar.

Neste grupo entram especialmente os que podemos chamar de substitutos, alimentos que devido à sua composição são capazes de travar a vontade de comer um determinado alimento. Como refrescos sem açúcar, alimentos que contenham magnésio em vez de chocolate ou as bolachas integrais em vez das normais.

Por outro lado estão também as plantas que tomamos em infusão e que têm certas propriedades para acalmar a ansiedade. Um exemplo é a erva-cidreira, mas existem outros como a hortelã, ou mesmo outro que muitos têm em casa, a camomila.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Este artigo foi útil?

Então subscreva a nossa newsletter para receber novos artigos comodamente no seu email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os seus dados estão seguros connosco. Veja a nossa Política de Privacidade.