7 Remédios naturais para tratamento das parasitoses intestinais

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

parasitoses intestinaisHá muitos tipos de parasitas, os quais podem entrar no organismo por diferentes vias:

  • Caminhar descalço.
  • Comer alimentos contaminados (frutas e verduras sujas).
  • Beber água não tratada.

Os sintomas podem variar consoante o tipo de parasita e a resposta do sistema imunitário de cada pessoa, mas entre os vários sintomas destacam-se:

 

Sintomas de parasitas intestinais

  • Digestivos: Prisão de ventre, diarreia, gases, distensão abdominal, síndrome do cólon irritável, dores abdominais.
  • Alterações hematológicas: Anemia.
  • Pele: Alergias, erupções na pele e prurido anal.
  • Sistema nervoso: Fadiga, nervosismo, transtornos do sono.

Se sofre de fadiga, problemas digestivos, desnutrição ou erupções na pele e não consegue melhorar com os tratamentos médicos, então talvez seja boa ideia pedir ao seu médico para que lhe faça alguns exames para descartar a hipótese de eventualmente ter parasitas. Recomenda-se o uso de produtos antiparasitários naturais juntamente com medicamentos convencionais passados pelo seu médico, depois de se apurar qual o tipo de parasita que o está a afectar.

 

Remédios naturais para tratar as parasitoses intestinais

  1. Alho: Indicado geralmente para o tratamento de ascaridíase e giardíase intestinal. Pode-se utilizar os dentes de alho ou suplementos naturais em capsulas ou comprimidos.
  2. Gengibre: Utilizado há muito tempo no tratamento de parasitas.
  3. Casca de absinto: para o tratamento de infecções parasitárias por Ascaris lumbricoides (ascaridíase) e a Giárdia (giardíase).
  4. Árvore de Neem: Um dos tratamentos antiparasitários mais eficazes é o Neem. É utilizado em cápsulas ou na forma de chá. A dose exacta deve ser determinada com a ajuda de um profissional de saúde.
  5. Sementes de papaia: um batido com estas sementes tem um efeito antiparasitário. Recomenda-se que seja adoçado com mel e tomado em pequenas quantidades, 30 minutos antes do café da manhã e durante 7 dias seguidos. A papaína decompõe as proteínas, hidratos de carbono e gorduras.
  6. Sementes de abóbora: Geralmente utilizadas no tratamento de parasitose intestinal, já que contêm substâncias que ajudam a combater as ténias e as lombrigas. Para além disso, é uma boa fonte de fibra, o que ajuda a melhorar o peristaltismo intestinal, eliminando os parasitas através das fezes. O mais usual é misturar 23 gramas de sementes de abóbora num copo de água, 2 a 3 horas após as refeições.
  7. Raiz de selo de ouro: Contém berberina que pode actuar contra a diarreia infecciosa por parasitas e bactérias. Geralmente recomenda-se tomar 2 a 3 vezes ao dia antes das refeições.

 

As ervas que se usam para tratar os parasitas intestinais têm efeitos secundários tóxicos ou podem interferir com outros medicamentos. Por essa razão devem ser usadas apenas sob a supervisão de um médico. Para além disso, não devem ser utilizadas durante a gravidez, nem quando se suspeite estar grávida, nem durante o período de amamentação a crianças.

 

Referências:

http://umm.edu/health/medical/altmed/condition/intestinal-parasites

http://blog.doctoroz.com/oz-experts/could-you-have-parasiteshttp://altmedicine.about.com/cs/conditionsitoq/a/Parasites.htm

http://www.herbalsafety.utep.edu/facts-esp.asp?ID=39

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/1747248

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...