Viajar sozinho e os seus benefícios para a saúde mental

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

viajar

Viajar é um dos grandes prazeres da vida. O hábito de uma viagem também ajuda a superar muitos medos, um dos quais, o medo do desconhecido. Viajar sozinho é também um desafio pessoal, especialmente para quem sente alguma insegurança. Muitos outros não o fazem porque acham que é uma experiência um tanto aborrecida.

A viagem como metáfora da vida fica em evidência também em qualquer escapadela, uma vez que existe uma grande bagagem emocional. É também uma viagem interior de autoconhecimento paralela aos quilómetros percorridos.

Durante o verão ou em qualquer época do ano, pode organizar uma viagem apenas para si. Pode ser um bom treino prévio antes de realizar uma viagem mais longa.

Mas quais são os benefícios da experiência de viajar sozinho?

 

Tempo para si

O ritmo de vida hoje em dia é muito complexo. É marcado pela urgência e pela pressa de alcançar objectivos, nem sempre prioritários ou essenciais. No entanto, uma viagem significa aterrar num meio idílico apenas para estar distanciado do contexto de trabalho habitual. Este novo cenário produz em nós novas emoções e sentimentos, sendo o ponto de partida perfeito para a autodescoberta. Irá regressar a casa com uma agradável sensação de ter tido momentos de reencontro consigo próprio.

 

Ganhar distância mental em relação aos problemas

A distância física mede-se em quilómetros, mas a distância emocional não responde a termos matemáticos, pelo contrário. No entanto, uma coisa é clara: numa viagem irá sentir uma saudável distância mental em relação aos seus problemas e conflitos quotidianos. Irá conseguir colocá-los em perspectiva e conseguia enfrentá-los de outra forma. Ou então, poderá pelo menos esquecê-los durante umas horas e desligar-se deles.

viajar sozinho

Caminhar com pouca bagagem

Uma experiência saudável é caminhar com pouco equipamento, organizar uma escapadela e levar apenas o necessário sem sobrecarregar a mala. Esta metáfora da mala é também um símbolo da própria vida onde se recomenda aligeirar o peso da mochila emocional e não sobrecarrega-la com pedras.

 

A ilusão da viagem

A ilusão da viagem vai para além dos dias em que se está fora. Poderá emocionar-se com os preparativos prévios e recrear-se com as recordações posteriores através das fotos, ou simplesmente através da marca que cada instante deixou na sua memória. Uma viagem é uma oportunidade para encontrar o silêncio.

viagens

Viajar sozinho é saúde para si

Uma viagem é saúde porque é descanso. É uma terapia anti-stress que liga a mente com o prazer dos sentidos. Quando estamos num lugar novo, estamos muito mais atentos a todas as novidades. A cultura de uma viagem também alimenta a mente começando pela beleza da paisagem arquitectónica de um lugar.

Uma viagem solitária também permite sermos mais autónomos, ganhar autoconfiança na resolução das dificuldades que possam surgir durante o trajecto, melhorar o sentido de orientação, tomar decisões de forma improvisada e estruturar os próprios tempos contando com a nossa própria companhia, mas também mantendo o coração aberto a outras pessoas que possam ir ao seu encontro. Ou seja, viajar sozinho não significa estar só.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...