Veneno para curar doenças

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

curar doenças

As serpentes e as aranhas são animais que não queremos ver nem sequer nos nossos piores pesadelos. Mas, apesar disso poderão ser a chave para o tratamento de muitas doenças, devido aos seus potentes venenos. É de certa forma irónico, mas na realidade é mesmo assim.

Actualmente estão cinco países europeus a procurar tratamentos para curar várias doenças, precisamente graças ao veneno desses animais que tanto pânico nos provocam. Quer saber algumas curiosidades sobre estas descobertas? Então não perca o resto do artigo porque hoje iremos surpreendê-lo.

 

Contra o cancro e doenças cardiovasculares ou neuro-degenerativas

De acordo com as investigações, parece que o veneno de certos animais como alguns insectos, aranhas, escorpiões e serpentes poderá ajudar a desenvolver tratamentos contra o cancro, doenças cardiovasculares ou neuro-degenerativas. É nesta base que se desenvolve a investigação realizada pelo Projecto Venomics, ondem colaboram universidades e grandes empresas de cinco países europeus, entre os quais a Bélgica, Dinamarca, França, Espanha e Portugal.

Segundo os especialistas, parece que pode haver mais de 170.000 animais venenosos e até 40 milhões de proteínas derivadas de tóxicos, que poderiam ser a chave para o desenvolvimento de tratamentos médicos que poderão via a curar todo o tipo de doenças.

veneno

Os venenos, um ramo quase desconhecido da medicina

Os venenos são um ramo quase desconhecido da medicina contemporânea, uma vez que a investigação dos seus efeitos benéficos nos seres humanos ainda foi pouco investigada. Neste sentido, os especialistas que fazem parte desta investigação confirmam que actualmente apenas existem seis fármacos derivados de toxinas.

No entanto, neste nosso pequeno planeta estamos rodeados de muitos e diferentes venenos, os quais quando bem administrados e correctamente estudados podem ser benéficos no tratamento de muitas doenças. Os habitantes da China, do Brasil e da Austrália sabem perfeitamente o que é viver com animais deste género. Talvez com o avançar destas investigações se consiga obter resposta no tratamento de muitas doenças. O tempo o dirá…

Deixe o seu comentário