Veganismo e dieta vegan

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

O veganismo ou dieta vegan tem por base não comer nem usar nenhum alimento ou subproduto que provenha de um animal como o leite, couro ou mel.

dieta vegan

O que é o veganismo?

Ser vegan vai mais além do que seguir uma tendência dietética vegetariana. O veganismo é um estilo de vida que procura cuidar a saúde das pessoas e respeitar os animais e o meio ambiente.

 

Dieta vegan e respeito aos animais

Na dieta de uma pessoa vegan não entra nenhum alimento de origem animal (nem carne nem peixe) nem tão pouco algum subproduto animal, ou seja obtido a partir de animais, mesmo que isso não signifique a sua morte; assim nunca irá consumir nenhum produto lácteo (leite, iogurte, queijo, etc.), nem mel, nem ovos, etc.

O veganismo também recusa usar artigos produzidos a partir de produtos animais como a lã, o couro, o marfim, etc.

A argumentação é baseado na reflexão sobre quantos milhões de animais morrem (vivendo primeiro de forma cruel na maioria dos casos) para satisfazer as nossas “necessidades”. Os animais deveriam ser considerados como outros seres que habitam este planeta e com os quais podemos conviver. Existe por trás do veganismo toda uma filosofia de respeito aos animais com a qual todos podemos aprender muito.

 

Veganismo, dieta sem produtos animais e saúde

Cada vez mais há estudos que relacionam o consumo de gorduras de origem animal com as doenças mais habituais (as cardiovasculares especialmente); e por sua vez todos os nutricionistas são unânimes em aconselhar o aumento do consumo de frutas, verduras, sementes, frutos secos, azeites vegetais não refinados, cereais integrais e legumes. O veganismo procura uma dieta mais saudável através de uma dieta sem carne nem alimentos animais aproximando-nos mais da natureza.

 

O meio ambiente e a dieta vegan

Todos os anos são destruídos milhares de hectares de terrenos virgens apenas para alimentar o gado quando com o cereal destinado a alimentar os animais se poderia alimentar muito mais pessoas; isso também implica o desaparecimento de espécies animais e vegetais. Outro factor que o veganismo argumenta é que as quintas costumam ser grandes poluidores devido à grande quantidade de desperdícios gerados e sobretudo à grande quantidade de dióxido de carbono que são produzidos pelos próprios animais.

O consumo de água para alimentar as pessoas com uma dieta sem produtos animais também é menor e isso é um detalhe muito importante quando vemos que a água começa a ser um bem raro em muitas regiões do mundo.

veganismo

Exemplo de uma possível dieta vegan, sem proteínas animais:

Pequeno almoço

  • Uma boa quantidade de fruta, da época e no ponto certo de maturação.

Almoço

  • Uma salada variada com rebentos e sementes
  • Verduras (ao vapor, estufadas, salteadas, etc.)
  • Arroz com lentilhas ou com grão e algas

Merenda

  • Pode-se comer uma fruta ou frutos secos (passas, damascos, amêndoas, nozes, etc.) ou então uma caneca de leite vegetal (de soja por exemplo)

Jantar

  • No inverno o veganismo aconselha uma sopa e no verão com uma salada.
  • Depois pode-se comer umas verduras com umas proteínas vegetais (tofu, seitan ou gluten, tempeh, soja texturizada, etc.)

 

Cada pessoa deverá adaptar o seu menu vegan às suas necessidades particulares (maior quantidade ou menor, mais proteínas, etc.) e ao clima (mais frio implica mais alimentos quentes e mais calor convida a comer mais alimentos crus).

 

Veganismo e vitamina B12

Aparte da carne e peixe, a vitamina B12 encontra-se principalmente nos ovos e nos produtos lácteos (leite, iogurte, queijo, etc.). Quando seguimos uma dieta sem carne e sem nenhum produto ou subproduto animal temos de ter em conta este aspecto. Embora alguns alimentos vegetais como o miso, o tempeh, a levedura de cerveja ou a alga espirulina contenham algo de B12 muitas pessoas vegans ou que seguem uma dieta vegan optam por tomar um suplemento de vitamina B12 ou consumir alimentos enriquecidos com B12. Outras pelo contrario dizem sentir-se bem sem tomar, mesmo após anos a seguir a dieta vegan. Como sempre cada caso é diferente mas há que estar muito atentos a esta vitamina B12 para evitar casos de anemia.

Os adultos precisam de quatro ou cinco microgramas diárias desta vitamina para suprir as suas necessidades. O médico ou especialista será quem melhor o aconselhará sobre a dose e conveniência de tomar ou não em cada caso particular. Recorde que se mastigar o comprimido, graças à saliva a sua absorção será maior.

Por último, e como habitualmente o nosso conselho é que antes de começar uma dieta vegan ou de se iniciar no veganismo procure sempre o conselho do seu médico ou especialista de nutrição.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...