Uma má alimentação é pior do que o tabaco

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

alimentação

Foi assim de rompante que a ONU fez a sua última grande advertência. As refeições ricas em gorduras saturadas, açúcar e sal são muito mais prejudiciais para a nossa saúde do que o tabaco. Uma ameaça real para a saúde mundial e que já alcança números verdadeiramente preocupantes.

Quer saber como afecta a nossa saúde a chamada fast food? A ONU alerta sobre o perigo da obesidade, mas também sobre outras doenças como a diabetes, que continuam a aumentar em todo o mundo.

 

Cada vez se come mais gorduras saturadas, sal e açúcar

Uma refeição saudável e equilibrada, exercício físico frequente e um estilo de vida saudável, são recomendações muito importantes que nos devem acompanhar ao longo de toda a vida. No entanto, há cada vez mais pessoas que não ligam a estes conselhos. Talvez o que mais contribui para esta situação seja a publicidade agressiva e o incentivo ao consumo de fast food, que influencia de sobremaneira a maioria dos consumidores.

fast food

Obesidade e doenças cardíacas

O alarme foi dado pela ONU que adverte que uma má alimentação pode ser tão prejudicial ou pior ainda do que o consumo de tabaco. A OMS (Organização Mundial de Saúde) também já mostrou a sua preocupação sobre esta situação, devido ao enorme aumento dos casos de obesidade, para além de muitas outras doenças relacionadas com uma má alimentação.

São problemas de saúde que atingem já números realmente preocupantes, e uma verdadeira epidemia. Foi por essa razão que a ONU propôs que a comunidade internacional se unisse para tentar acabar com este problema, tal como já foi feito em relação aos riscos do consumo de tabaco.

 

Quais foram as medidas propostas pela ONU?

A ONU adverte sobre os perigos da fast food, e sugere acabar com a publicidade deste género de restaurantes. Outras medidas propostas foram a regulação dos alimentos ricos em gorduras saturadas, sal e açúcar, e o apoio à produção local de alimentos frescos e nutritivos.

 

E você o que pensa de tudo isto? Está de acordo com a ONU e a Organização Mundial de Saúde?

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...