Três alimentos que pensamos serem saudáveis mas que não são

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

alimentos

A promoção e o marketing que rodeia um alimento frequentemente cria uma ideia errada acerca dele, de tal forma que muitas vezes pensamos que um determinado alimento faz mal quando assim não é, e o contrário também acontece. De seguida, vamos ver três exemplos de alimentos que pensamos serem saudáveis, quando na realidade não o são.

 

Três alimentos que pensamos serem saudáveis mas que não são:

  • Barras de cereais: são promovidas como sendo um alimento rico em fibra, um snack saudável ou “de dieta”, mas na realidade têm uma grande quantidade de açúcar e gorduras, muitas das quais gorduras trans ou saturadas que em nada beneficiam o organismo. Para além disso são concentradas em energia, mas isso não se percebe dado o seu pequeno tamanho, no entanto em apenas 23 gramas encontramos 100 kcal.
  • Sumos comerciais: são uma bebida saudável para a maior parte das pessoas, mas pelo menos até agora, os sumos comerciais que são promovidos como sendo naturais e com muitas vitaminas, escondem grandes quantidades de açúcar e de aditivos com pouca fruta fresca e natural.
  • Cereais de pequeno-almoço: há muitas opções à escolha e embora sejam promovidos como alimentos ricos em fibras e fonte de energia saudável, a maioria contém demasiado açúcar e são mesmo uma fonte importante de sódio e gorduras trans numa dieta. Ou seja, antes dos cereais de pequeno-almoço comerciais, será sempre melhor optar por aveia ou outro cereal natural.

 

Como podemos ver, muitas vezes a promoção de um alimento consegue enganar-nos e fazer com que consideremos saudáveis alimentos que não o são, pelo que, para além de ler as etiquetas e analisar a composição dos alimentos, é importante sermos críticos quando vemos publicidade sobre os mesmos.

Imagem | Tavopp

loading...

Deixe o seu comentário