Tecnostress, uma doença do século XXI

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

tecnostress

A tecnologia é algo que está presente em quase tudo o que fazemos e todos os dias do ano. São muitos os aparelhos que nos rodeiam e muitas as situações que já não sabemos enfrentar sem a ajuda de um qualquer aparelho tecnológico. Por tudo isto, e relacionado com este excesso de tecnologia nas nossas vidas surgiu uma doença conhecida como tecnostress.

Trata-se de um problema a que ainda não se está a dar grande atenção pois é praticamente uma novidade, tendo uma componente psicológica por base, mas que acaba por afetar o corpo de uma forma geral, sobretudo o estado anímico, já que este fenómeno pode acabar por gerar stress, ansiedade e um estado anímico baixo em geral. Por tudo isto, é bom saber em que consiste, bem como o prevenir.

 

O que é o tecnostress?

É verdade que a grande maioria de nós passa mais de oito horas diárias em frente a um computador, e outras tantas a consultar o telemóvel ou qualquer outro dispositivo eletrónico. Isto pode acabar por criar uma espécie de dependência que nos faz estar ligados todo o dia. Na maioria dos casos esta dependência constante pode originar situações de stress, angústia e ansiedade que se traduzem

 

Conselhos para evitar o tecnostress

Para evitar isto, é necessário que tenhamos consciência da dependência que a tecnologia tem sobre nós. Para isso será bom reter alguns conselhos para evitar que isto se torne num grande problema. Em primeiro lugar é necessário evitar tanta dependência em relação à tecnologia. Faça outras atividades no seu tempo livre, como por exemplo desporto, passar mais tempo com a família ou os com os amigos, arranje um passatempo, etc. O importante é evitar a dependência e todo o que dela deriva em relação à tecnologia.

Para além de tudo isto é essencial que não estejamos todo o dia em frente ao computador. Levante-se e descanse alguns minutos a cada hora é também uma boa ajuda. Os especialistas recomendam que se faça 10 minutos de intervalo para relaxar a cada hora. Podemos levantar-nos da mesa e ajudar um colega ou perguntar alguma coisa pessoalmente em vez de o fazer por telefone…

 

Efeitos físicos a evitar

Também há que ter em conta que o abuso da tecnologia, para além dos efeitos efeitos psicológicos (ansiedade, stress, irritação, alterações de humor, etc.), pode originar também efeitos a nível físico como dores de costas devido ao facto de passar tantas horas em frente a um aparelho. Para evitar isto, o melhor é fazer alongamentos das costas de forma habitual, assim como fortalecer os músculos das costas através da atividade desportiva.

A vista também se costuma ressentir, e por essa razão é necessário que deixemos a vista descansar um pouco, até mesmo quando estamos em casa, e fazer exercícios para focalizar a vista num ponto longínquo e tentar visualizá-lo claramente. O ideal em qualquer caso é deixar de lado as tecnologias. Se for necessário e caso se senta sobrecarregado pela atividade nas redes sociais, o melhor é mesmo desligar-se de tudo por algum tempo. Verá que irá sentir-se muito melhor e aliviado.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...