Riscos de comer peixe cru

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

peixe cru

O peixe é um alimento necessário e habitual na dieta diária de muitas pessoas devido ao seu grande valor nutricional. Trata-se de um alimento rico em vitaminas A e D e em minerais como o magnésio, o fósforo ou o selénio que fazem com que o seu consumo seja muito importante para o organismo. Mas apesar disso, nem sempre é saudável comer peixe cru se não houver algum cuidado no seu consumo.

Se quer saber mais sobre este tema controverso não perca o resto deste artigo e tome nota dos riscos para saúde que pode implicar o consumo de peixe cru.

 

Possível risco de comer peixe cru

De uma forma geral, a maioria do peixe que costumamos comer, como por exemplo os carapaus, a sardinha e as cavalas (mais do que no salmão e no atum) costumam estar contaminados com um parasita chamado anisakis.

Este parasita encontra-se no aparelho digestivo dos peixes e quando estes morrem, as larvas do parasita instalam-se nas vísceras dos peixes e podem provocar uma doença chamada anisaquíase.

Estas larvas acabam por afectar o sistema digestivo da pessoa que come esses peixes e, nos casos mais graves, as larvas podem mesmo migrar para outros órgãos do organismo.

O país com mais casos de contaminação por anisakis é o Japão devido à tradição de comer o peixe cru.

Mas na maioria dos casos não existe qualquer problema porque o peixe costuma ser cozinhado.

 

Sintomas

Se tiver comido peixe cru contaminado com o parasita anisakis, provavelmente irá ter alguns sintomas como por exemplo dores fortes na região abdominal, vómitos e diarreia.

Outro tipo de sintomas que podem aparecer é alguma obstrução no aparelho digestivo ou mesmo uma reacção alérgica.

De qualquer forma, se tiver estes sintomas depois de ter comido peixe cru, deverá recorrer ao seu médico de família para o ajudar a combater este problema.

Riscos de comer peixe cru

Tratamento

No caso das larvas se encontrarem no interior do organismo da pessoa, não é possível fazer um tratamento através de fármacos e o mais aconselhável será eliminar o parasita através de uma cirurgia localizada.

 

Prevenção

Para prevenir algum caso de anisaquíase, o melhor mesmo será evitar o consumo de peixe cru, incluindo alimentos fumados ou em vinagre.

Se mesmo assim decidir comer peixe cru, então tenha a certeza que não existem quaisquer larvas a contaminar o peixe morto. Para o efeito deve congelar o peixe a uma temperatura de 20 graus negativos durante umas 24 horas antes de o consumir.

Outra opção para acabar com o parasita é através de uma fonte de calor, cozinhando o mesmo a uma temperatura de 70 graus durante uns 15 minutos, mais ou menos.

Deve também ter muito cuidado com produtos feitos com vinagre ou marinados porque isso não faz desaparecer este parasita.

Obviamente que as mulheres grávidas estão totalmente proibidas de comer peixe porque podem estar a colocar em risco a vida do seu bebé devido a este problema.

Como pudemos ver, apesar de todos os nutricionistas recomendarem o consumo de peixe de forma regular devido aos seus maravilhosos nutrientes, a verdade é que comer peixe cru também implica algum risco para a saúde.

Mas se seguir todos estes conselhos, não deverá ter grandes problemas para comer um delicioso sushi ou ceviche.

A solução para evitar o temido parasita anisakis é cozinhar o peixe previamente ou então congelá-lo durante um dia inteiro.

Deixe o seu comentário