Remedios caseiros contra a conjuntivite

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

conjuntivite

A conjuntivite ou vermelhidão e coceira nos olhos é um problema muito comum e que pode ser causado por varias razões, como por exemplo vírus associados com resfriados ou alergia a produtos cosméticos. Este problema que afecta os olhos pode-se acentuar durante o verão devido a agentes externos como o vento, o sol e sobretudo o cloro das piscinas. Como sempre, o melhor remédio é a prevenção e por isso recomenda-se o uso de óculos sol para evitar o sol nos olhos, assim como de óculos de mergulhos nas piscinas.

Entre os sintomas mais comuns deste problema estão os olhos irritados, vermelhidão, sensibilidade à luz, lacrimejar e secreção aquosa ou mucosa. Se o problema já está mais avançado o melhor será recorrer à ajuda de um médico ou de um oftalmologista, mas também existem alguns remédios caseiros para ajudar a superar os efeitos desta doença.

 

  • Ir alternando compressas de água fría que encolhem os vasos sanguíneos com compressas mornas que aliviam a irritação.
  • Aplique cataplasmas mornos de 3% de ácido bórico com a pálpebra fechada. Uma pomada oftálmica de ácido bórico pode ser obtida geralmente em farmácias.
  • Aplique cataplasmas de carvão vegetal à noite. Misture em água suficiente para fazer uma pasta colante e espalhe-a sobre um pedaço de pano maior do que a área inflamada. Mantenha-a no local com uma bandagem durante a noite. Use apenas pressão suficiente para segurá-lo no lugar, mas não tão apertado a ponto de fazer pressão sobre o globo ocular. Para evitar a propagação da infecção, jogue fora o pano na manhã seguinte, após o uso, não o guardando para novas utilizações.
  • Durante o dia, uma mistura de carvão e água pode ser aplicada: adicione 1/4 de colher de chá de sal e 1 colher de chá de carvão em pó para uma xícara de água, ferva, deixe esfriar e use através de várias camadas de pano.
  • Com um conta-gotas, coloque 4 a 5 gotas de colírio de limpeza no olho afectado a cada 2 horas.
  • Lave as mãos cuidadosamente após cada tratamento.
  • Não coloque um tampão ou curativo no olho, pois pode causar infecção bacteriana e enfraquecer a pálpebra.
  • Compressas frias de gelo podem ser aplicadas no olho durante a fase aguda. Por meia hora, aplique a compressa com um pano limpo descartável; altere a cada 2 a 3 minutos, jogando o pano descartável fora. Pare por 30 a 60 minutos e, em seguida, repita por mais 30 minutos.
  • Aplicações quentes e frias podem ser aplicadas a cada 4 horas. Mas a água nunca deve estar muito quente. Aplicar um pano húmido um pouco aquecido por 2 minutos e, depois, um pano frio durante 30 segundos. Faça isso durante 15 minutos.
  • Irrigações salinas são igualmente boas. Adicionar 2 colheres de chá de sal para 1 litro água, para lavar as descargas dos olhos.
loading...

Deixe o seu comentário