Quanto frango podemos comer?

O frango é um alimento habitual na dieta de qualquer desportista. Quase todos o escolhemos como o nosso prato “estrela”, mas será que é realmente tão bom comer sempre frango? É certo que se trata de um tipo de proteína pura e de grande qualidade biológica. A isto há que juntar o facto de apenas conter gordura, precisamente o que procuram todos os desportistas. Mas nesta ocasião queremos determinar se estamos a comer ou não demasiado frango.

Toda a dieta desportiva tem o frango como alimento quase essencial, mas não são apenas os desportistas que devem comer este alimento, uma vez que o frango é um alimento básico em todo o mundo por causa da facilidade do nosso organismo em o digerir, e das possibilidades de preparação e facilidade para ser cozinhado. Por tudo isto é um alimento que podemos comer diariamente, mas como tudo nunca devemos exagerar. De seguida vamos ver alguns números recomendáveis para o consumo deste alimento.

 

Suficiente: mais de 200 gramas

Como primeiro caso vamos destacar como insuficiente a ingestão de menos de 200 gramas de frango diariamente. Esta quantidade de frango vai ajudar a manter os níveis de proteínas adequados à nossa saúde. Concretamente a carne de frango tem quase cem por cento da quantidade diária recomendada de proteínas para uma pessoa normal que não pratica desporto. Com estes níveis mantemos os músculos em perfeito estado, capazes de recuperar dos treinos diários. Mas não há que destacar apenas o frango pelas proteínas, pois também tem selénio em quantidades importantes, além de conter vitamina B6, necessária para manter uma boa saúde cardíaca.

 

Demasiado: entre 400 e 500 gramas

Como segundo ponto vamos a ver o que supõe consumir mais de 400 gramas de frango e menos de 500. Neste caso a quantidade já é mais séria, pelo que temos de ter cuidado com a parte do frango que levamos à boca, já que nem todas são igualmente magras. Neste caso recomendamos consumir o peito, que é a parte que tem mais proteínas e menos gorduras. Naturalmente que deve colocar de lado a pele pois contem altas doses de gordura.

Esta quantidade de frango é recomendável para pessoas que praticam desporto que submetem os músculos a um desgaste que obriga a aumentar o consumo de proteínas de boa qualidade para poder assim repor as fibras musculares danificadas pelo exercício. É certo que não podemos apenas nos alimentar de frango, pelo que é essencial combinar ou misturar com outro tipo de proteínas como as vegetais.

 

Excessivo: mais de meio quilo

Como terceiro escalão vamos ver os casos de pessoas que ingerem mais de meio quilo de frango por dia. Estes casos são excessivos, já que a quantidade de proteínas que se ingere é muito elevada. Se o frango é a única fonte de proteínas, então estaremos a deixar de lado outros tipos de proteínas necessárias para manter um correcto funcionamento do corpo, já que se deve alternar a carne de frango com outras, tais como peixe, ovos, produtos lácteos, etc. Estes alimentos têm outros tipos de proteínas e minerais que apenas com frango não conseguimos obter.

 

Consumir grandes quantidades de frango pensando que com isto iremos comer mais proteína é um erro, já que o organismo tem um limite, mesmo fazendo exercício e tendo uma maior necessidade de proteínas, já que as eliminaremos através das fezes e da urina, aumentando a actividade dos rins e do fígado, algo desnecessário se controlarmos as quantidades que comemos a cada momento. Nunca devemos apenas basear a nossa dieta apenas num único tipo de alimento por muitos benefícios de algum nutriente que contenha.

 

Advertisement

Sem comentários.

Deixe o seu comentário

stress
Conselhos para baixar os níveis de stress durante a época natalícia

conselhos para viajar melhor
Conselhos para viajar melhor de avião

telemóvel
Os verdadeiros perigos do telemóvel

queijos
Benefícios do queijo

perder peso
Conselhos para perder peso durante a menopausa

Close