Quantas bactérias existem nas notas usadas?

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Quantas bactérias existem nas notas usadas

Cerca de 26.000 bactérias prejudiciais para a nossa saúde! Desde logo este número dá que pensar… Quem sabe por quantas mãos terão passado as notas e as moedas que temos agora mesmo dentro da carteira?

Estes são dados procedentes de um estudo feita pela MasterCard e pela prestigiada Universidade de Oxford. Quer saber mais sobre este assunto? Então não perca o curioso artigo que preparámos hoje para si.

 

Lavar as mãos é um hábito saudável

Certamente que após conhecer mais detalhes sobre esta investigação, haverá muita gente que gostaria de voltar atrás no tempo.

O estudo foi realizado em 2013, e revela que as notas e moedas com que lidamos diariamente contêm cerca de 26.000 bactérias potencialmente prejudiciais para a nossa saúde. Mas o pior de tudo é que dos 69% dos portugueses que têm consciência que as moedas e as notas são uma importante fonte de germes, apenas 17% lava as mãos depois de mexer no dinheiro.

É desta forma que as bactérias encontram no dinheiro vivo o seu melhor meio de transporte. É verdade que cada vez mais usamos os sistemas de pagamento electrónicos, mas ainda assim lavar as mãos após lidar com dinheiro ainda continua a ser algo que muitas pessoas não fazem.

dinheiro

Os costumes dos europeus

Segundo este estudo, os europeus costumam lavar as mãos mais frequentemente noutro género de actividades, como por exemplo depois de acariciar um animal ou de viajar num transporte público. Neste estudo participaram mais de 9.000 consumidores de 12 países europeus.

Costuma lavar as mãos depois de mexer em dinheiro? Certamente que a partir de agora, não se irá esquecer. 26.000 bactérias poderão estar acampadas junto ao seu corpo agora mesmo…

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...