Por que se formam pedras nos rins

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Quais são as principais causas para a formação de pedras nos rins? Porque se formam os cálculos renais? Saiba quais são os principais factores de risco que influenciam o seu aparecimento.

Os rins são órgãos com a forma de feijão encarregues da desintoxicação e depuração do nosso corpo, tal como o fígado. No entanto, os rins são um dos principais filtros do nosso sangue, dado que entre outros aspectos fundamentais ajudam a depurá-lo e a reter aquilo que o nosso organismo ainda pode aproveitar e eliminam através da urina o que já não faz falta.

Mas, entre os transtornos ou problemas que mais tendem a afectar os rins, encontramos o surgimento de cálculos ou pedras, que consistem em pedaços de material sólido que se formam no interior destes órgãos a partir de diferentes substâncias que encontramos na urina, sendo os mais comuns as pedras de cálcio, uma vez que é habitual haver retenção de cálcio nos rins. Ou seja, são pedaços sólidos de material que se formam nos rins devido a substâncias presentes na urina.

Uma boa forma de prevenir o aparecimento de pedras nos rins é descobrir as suas causas, pois apenas desta forma é que se torna possível seguir uma série de conselhos básicos que nos podem ser de grande utilidade para evitar o seu aparecimento.

pedras nos rins

Quais são as causas para a formação das pedras ou cálculos nos rins?

Os cálculos renais são o resultado tanto da formação como da aglomeração de cristais na urina, quando se encontra muito saturada em consequência da concentração anormalmente elevada de sais, e pelo desequilíbrio entre os factores que favorecem e inibem a concentração dos produtos da urina.

Fundamentalmente são causadas por níveis elevados de cálcio, fósforo e oxalato na urina, embora devamos ter em conta que as suas causas dependem directamente do tipo de cálculo que se tenha formado:

  • Cálculos de cálcio: é o mais comum. Produzem-se quando parte do cálcio não é utilizado pelos ossos e músculos e vai para os rins, não sendo eliminado através da urina e acumulando-se com o tempo.
  • Cálculos de ácido úrico: este tipo de cálculos forma-se quando existe demasiado ácido úrico na urina. Surge sobretudo em consequência do seguimento de uma dieta muito rica em proteínas, ou em consequência de tratamentos de quimioterapia.
  • Cálculos de estruvite: tende a ser mais habitual nas mulheres e são geralmente compostos de amoníaco. Formam-se sobretudo após uma infecção crónica do tracto urinário.
  • Cálculos de cistina: não é tão comum, uma vez que costumam ser causados por uma doença hereditária conhecida pelo nome de cistinúria.

calculos renais

Os principais factores de risco a ter em conta para a formação de pedras nos rins

Partindo da base de que já conhecemos a razão pela qual se formam as pedras ou cálculos renais, e sobretudo quais são as suas principais causas, é muito importante descobrir quais são os factores de risco ou hábitos que podem influenciar o seu aparecimento:

  • A idade: ter entre 20 a 70 anos.
  • O sexo: os homens têm maior predisposição para serem afectados por cálculos renais.
  • Determinados hábitos dietéticos e nutricionais: como por exemplo seguir uma dieta rica em proteínas e sódio, e ainda com poucas fibras.
  • Herança genética: deve-se ter em conta antecedentes familiares de pedras nos rins.
  • Não beber líquidos suficientes.
  • Consumo de determinados medicamentos.
loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...