Passatempos que estimulam a sua inteligência

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

inteligência

Ter um passatempo não é tão fácil como parece. É preciso tempo, energia e por vezes dinheiro. Para além disso, também não é assim tão fácil descobrir aquilo que nos fascina verdadeiramente e que gostamos de fazer apenas por gosto.

Se tem vontade de aprender algo novo, fazer mudanças na sua vida ou simplesmente divertir-se, mas não sabe como, então experimente algum destes passatempos, pois para além de o divertir, também o irão tornar mais inteligente.

 

Aprenda um novo idioma

Aprender um novo idioma não é apenas útil quando queremos viajar pelo mundo. Também o ajudará a ser mais inteligente. Como? Segundo os cientistas, aprender novos idiomas melhora as capacidades sociais e intelectuais, reduzindo ou atrasando o envelhecimento do cérebro e ampliando o seu vocabulário e cultura geral.

 

Toque um instrumento musical

Aprender a tocar um instrumento musical tem múltiplos benefícios para o cérebro, isto para além de ser divertido. Em primeiro lugar, o facto de tocar um instrumento desenvolve a sua coordenação motora fina, já que tem de aprender e repetir movimentos subtis e complexos.

Em segundo lugar, o exercício de ler notas musicais pode ser parecido ao de aprender um novo idioma. E como referimos no ponto anterior, isto contribui para atrasar o envelhecimento cerebral.

 

Jogue um videojogo

Sim, embora pareça mentira, mas a realidade é que determinados videojogos irão ajudá-lo a ganhar mais inteligência. Obviamente que não estamos a falar dos jogos de combate ou de zombies, mas de alguns jogos de estratégia e lógica. É possível treinar a rapidez para tomar decisões e a rapidez visual graças a certos videojogos.

 

Leia livros que não sejam interessantes para si

Já sabemos que ler livros é importante para o desenvolvimento intelectual. Isso não é novidade para ninguém. Ler treina a rapidez visual, a imaginação, o vocabulário e o conhecimento em geral. Mas há especialistas que defendem que ler livros que não sejam precisamente da sua área de trabalho ou interesse, irá ajudá-lo a ser mais inteligente. Como? Abrindo a sua mente a novas temáticas, com diferentes vocabulários e diferentes formas de abordar o conhecimento.

 

Junte-se a um partido político

Uma das formas mais efectivas de exercitar o seu cérebro, é melhorar as suas capacidades sociais. Está comprovado que a comunicação entre as pessoas, através do uso da palavra oral, implica um processo intelectual sumamente complexo.

Trocar informações, opiniões e valores pessoais, exercita o nosso cérebro porque melhora a nossa capacidade de criar empatia e de planear estratégias para convencer. Juntar-se a um clube de debates ou a um partido político, pode ser a mudança que procura para a sua vida, e consequentemente um excelente exercício intelectual e social.

Deixe o seu comentário