Cuidado com os perfumes

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Várias marcas de perfume, algumas da quais entre as mais vendidas no mundo, contêm pelo menos dez agentes químicos potencialmente perigosos para a saúde.

Um estudo, divulgado pela ONG Defesa Ambiental, afirma que o efeito da associação de substâncias químicas pode ir de uma simples reacção alérgica à perturbação do funcionamento endócrino.

Os testes foram realizados por um laboratório independente da Califórnia, nos Estados Unidos, e o resultado foi claro: dos 17 perfumes testados, 12 contêm ftalayo de dietila. Este agente é associado a um desenvolvimento anormal dos órgãos genitais de bebés do sexo masculino e a anomalias no esperma dos homens adultos.

Cada produto testado possui, em média, 14 substâncias químicas secretas, não indicadas no rótulo devido a um vazio jurídico que permite aos fabricantes reuni-los na etiqueta “perfume”.

Segundo as análises, o pior dos perfumes é o «Seventy Seven» da American Eagle, com 24 componentes perigosos.

Os perfumes das mediáticas Halle Berry e Jennifer Lopez, o «Halle» e o «Lo Glow» respectivamente, contêm sete substâncias capazes de perturbar o sistema endócrino, seis das quais imitam o estrogénio e a outra tem influência na glândula tiróide.

Ambientalistas já tinham dado o alerta. Em 2005, a Greenpeace apresentou um relatório em Bruxelas intitulado «Um escândalo de perfume» com uma análise a 36 perfumes mundialmente conhecidos.

A Greenpeace afirma ter encontrado ftalato no Eternity da Calvin Klein.

Todos continham esteres de ftalatos e almíscares de síntese. O ftalato de dietilo foi encontrado em grandes quantidades no «Eternity», da Calvin Klein e no «LeMâle» de Jean-Paul Gaultier.

Esta substância apenas não foi detectada no«Gloria Vanderbilt’s» e no«Bogner’s High Speed» entre as 36 fragrâncias, perfumes e colónias.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...