Os filmes em 3D são prejudiciais para a vista?

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

3d

Os dispositivos em 3D permitem-nos ver as imagens de um modo nunca antes visto. Graças ao nosso sistema de visão, somos capazes de reconhecer uma serie de imagens através dos olhos e após um processamento no cérebro, reconhecer as imagens. Os nossos olhos funcionam como uma câmara fotográfica, recolhendo sucessivos fotogramas do que nos rodeia. Mas, tal como numa foto, ao ver uma imagem apenas temos consciência de duas dimensões: altura e largura. Aqui é onde entra em jogo dispormos de um segundo órgão de visão.

Mas uma vez que ambos os olhos são idênticos, e por isso quando observam um objecto apenas são capazes de analisar duas dimensões, porque então somos capazes de reconhecer objectos em 3d? Na realidade, ao dispor-se de dois olhos permite apreciar a profundidade de um objecto, a partir do paralelismo entre as imagens captadas pelas duas vistas.

Graças a existir uma separação entre os dois olhos, somos capazes de “capturar” a imagem de um objecto a partir de dois ângulos diferentes. Esta faculdade chama-se visão binocular ou visão estereoscópica e permite-nos através do cérebro, construir uma imagem em 3d a partir do processamento destas duas imagens. Podem fazer a experiência clássica de experimentar colocar um dedo muito próximo do nariz, onde vemos duas imagens do dedo, e ir distanciando-o lentamente.

Mas a questão que queremos saber é se os filmes em 3D são ou não prejudiciais para a vista?

Actualmente não há provas de que provoquem qualquer problema. O cinema, a televisão e outros dispositivos 3D não provocam nenhum dano à nossa saúde visual. Sofrer de dores de cabeça ou outros sintomas após utilizar esta tecnologia normalmente deve-se a um problema visual subjacente.

Há no entanto que ter especial atenção às crianças. O seu sistema visual deve funcionar correctamente enquanto se estão a desenvolver, pois caso contrario, a criança pode vir a sofrer de ambliopia permanente se não for tratada.

Deixe o seu comentário