O Facebook tem influência negativa nas dietas

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

dietas

Se está a ler estas linhas talvez seja porque ficou surpreendido com o título deste artigo. Efectivamente é assim mesmo. Segundo uma investigação realizada pela Universidade Americana de Washington DC, a rede social por excelência influência de forma negativa a nossa dieta diária.

Surpreendido com a conclusão a que chegou este curioso estudo? Então não perca o artigo de hoje, porque vamos revelar alguns dados interessantes que demonstram a relação existente entre o Facebook e a nossa dieta diária.

 

Quanto mais tempo no Facebook, pior a imagem que temos de nós próprios

A investigação desenvolvida pela Universidade Americana de Washington DC foi publicada na revista especializada, Cyberpsychology Behavior and Social Networking. Um estudo que analisou 103 adolescentes, tendo chegado à conclusão que o tempo passado a navegar no Facebook influencia negativamente a nossa própria imagem, ou seja a imagem que temos de nós mesmos.

 

O mesmo acontece com as revistas da moda

Segundo este estudo, as mulheres que costumam publicar mais fotos delas mesmas nesta rede social, tinham uma pior imagem de si mesmas e sentiam-se infelizes com o seu aspecto físico. De acordo com os especialistas, esta relação entre o Facebook e os efeitos sobre a nossa dieta é semelhante aos efeitos produzidos também pelas revistas de moda e de tendências, que vendem uma imagem idealizada e pouco realista dos corpos femininos e masculinos.

dietaMais desordens alimentares

O grande problema é que esta rede social acelera todo este processo, motivado por todas as fotografias e conteúdos partilhados pelos utilizadores. Um comportamento que influencia os hábitos alimentares, favorecendo assim as desordens alimentares dos mais jovens, que são o público mais sugestionável.

 

O que pensa dos resultados desta investigação? Está de acordo com ela? Pensa que pode haver uma relação entre o número de horas passadas a navegar no Facebook e os nossos hábitos alimentares?

loading...

Deixe o seu comentário