Micose, a doença dos fungos

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

micose

Micose é uma infecção por fungo e são relativamente comuns, podendo ser causadas por diversas condições ambientais e fisiológicas. A inalação de esporos de fungos ou a sua colonização na pele podem criar infecções persistentes que começam normalmente na pela ou nos pulmões.

Causas

As pessoas ficam mais vulneráveis a infecções fúngicas quando tomam antibióticos por um longo período de tempo pois estes destroem não apenas as bactérias que causam doenças, mas também outras bactérias naturais no corpo. Isto altera o balanço de microorganismos na boca, intestinos ou vagina, o que facilita o crescimento dos fungos.

Indivíduos com sistemas imunitários enfraquecidos também estão mais vulneráveis, bem como crianças pequenas e idosos.

micoseMicoses superficiais

As micoses superficiais são as que se manifestam nas camadas mais exteriores da pele, tornando-a ou mais pálida ou fazendo com que apareçam vermelhões escuros na pele. São mais comuns em ambientes com muita humidade. Este tipo de micose pode aparecer em pessoas completamente saudáveis.

Micoses cutâneas

As micoses cutâneas estendem-se mais profundamente na epiderme e podem afectar o cabelo e as unhas. Ao contrário da micose superficial, a cutânea já invoca uma resposta mais agressiva por parte das defesas do corpo.

A sua forma mais comum é o pé de atleta, que aparece predominantemente em homens e crianças que ainda não atingiram a puberdade.

Micose subcutânea

A micose subcutânea envolve a derme, os tecidos subcutâneos e os músculos. Estas infecções são crónicas e podem ser iniciadas por piercings ou cortes graves na pele que permitem o acesso dos fungos ao interior. Estas infecções são difíceis de tratar e pode ser necessária uma cirurgia para tal.

Micose sistémica

A micose sistémica tem origem principalmente nos pulmões podendo posteriormente espalhar-se a outros órgãos. Este tipo de micose é causado por organismos virulentos.

Tratamento

Medicamentos antifúngicos são a forma mais comum de combater micoses, mas isso dependerá da natureza da infecção. Alguns dos antifúngicos mais usados são o Diflucan e o Fluconazol.

Para infecções mais graves pode se necessário um medicamento chamado Anfotericina B, que combate fungos mais resistentes e que tem que ser administrado intravenosamente.

Em caso de infecções de pele o Tinactin é uma opção frequente, enquanto que o Griseofulvin é usado em casos de infecções no couro cabeludo e nas unhas.

O seu farmacêutico poderá aconselhá-la sobre qual o produto mais indicado, as para casos mais graves é recomendado que vá a uma consulta médica, de preferência com um dermatologista.

Prevenção

A melhor forma de prevenção contra micoses é cuidar da sua higiene e manter a sua pele limpa e seca. Como as infecções fúngicas são contagiosas, deve lavar as mãos depois de cumprimentar ou tocar em outras pessoas e principalmente em animais.

Roupa usada durante actividade física não deve ser deixada suja por exemplo em cima da cama ou num local onde normalmente coloca outra roupa. Deve coloca-la logo no cesto da roupa suja.

No caso de frequentar piscinas públicas ou chuveiros partilhados com outras pessoas, deve sempre usar chinelos, pois são dos locais mais prováveis para ser contaminado por uma micose.

loading...

Deixe o seu comentário