Intolerância à lactose

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

intolerância à lactose

Por vezes sente náuseas, vómitos, inchaço e distensão abdominal? Costuma ter problemas de gases abdominais, flatulência e/ou diarreia? Estes sintomas costumam dar-se depois da ingestão de produtos lácteos? Talvez deva verificar se tem intolerância à lactose.

Se tem todos estes sintomas, seria boa ideia consultar um médico, pois é ele quem realmente lhe poderá dar um diagnóstico fiável sobre o seu problema. Mas, se ainda não decidiu ir à consulta, talvez queira experimentar alguns alimentos com lactose e verificar por si mesmo/a se estes sintomas melhoram ou desaparecem.

 

O que é a lactose?

A lactose é um dissacarídeo que se encontra no leite e que após a sua ingestão avança até ao intestino delgado, onde normalmente deveria encontrar a enzima lactase, que é a responsável por decompor a lactose em açúcares mais simples (glicose e galactose) para serem absorvidos pelo fluxo sanguíneo.

Mas, o que acontece quando a actividade da lactase é demasiado baixa ou até mesmo ausente? Se isso acontecer, a lactose não pode ser digerida e avança ao longo do intestino, retendo água pelo efeito osmótico e submetendo-se a processos de fermentação pela flora bacteriana presente no colón, aumentando assim a produção de ácidos gordos, C02 e H2, e dando assim origem a dores abdominais, meteorismo e/ou diarreia que aparecem minutos ou horas após a ingestão de lactose.

Em alguns casos, a relação causa-efeito desta deficiência é difícil de observar, porque a dose limiar de sensibilidade de algumas pessoas é bastante alta e por isso não relacionam isso com a ingestão de produtos lácteos, ao passo que outras ingerem quantidades mínimas de lactose e notam imediatamente os seus efeitos.

Se tem consciência que já tem este problema, deve conhecer o seu nível individual de tolerância, adicionando à sua dieta sem lactose pequenas quantidades desta para poder conhecer o seu grau de tolerância e assim poder planear um tratamento nutricional o mais eficaz possível.

De uma forma geral a lactose é melhor tolerada quando acompanhada por outros alimentos. Para além disso, as substâncias que actuam retardando o esvaziamento gástrico, tais como as fibras ou os alimentos sólidos, podem ser uma medida eficiente para melhorar a sua tolerância.

Também a substituição de leite por produtos lácteos de maior viscosidade, como o leite fermentado e os iogurtes que parecem melhorar os sintomas gastrointestinais característicos. A tolerância a estes produtos, poderá ser a explicação para em certos países onde é comum 80-90% da população ser intolerante à lactose, haver um elevado consumo de outros produtos lácteos.

Outras medidas podem ser o uso de fármacos com lactase ou o consumo de alimentos com pouca lactose.

De seguida vamos ver uma tabela que resume basicamente os alimentos a que uma pessoa intolerante à lactose deve prestar atenção.

Presença de lactose em alimentos
Alimentos proibidosLeite de vaca, batidos e cremes à base de leite, margarina e manteiga, sobremesas à base de leite, gelados, molho bechamel.
Ingredientes proibidosLactose, traços de leite, coalho, soro, soro em pó, caseína, caseinato, caseinato de sódio, proteínas de leite, gorduras de leite, lactoalbumina, lactoglobulina.
Alimentos que podem conter lactoseQueijos frescos e fermentados, purés e sopas, pão e pastéis, fiambres e enchidos, pastéis e carnes fritas, flans, purés de batatas, cremes ou puré, bolos, tostas, tortas, sorvetes, molhos para saladas e maioneses, cereais enriquecidos, pré-cozinhados, sopas instantâneas, rebuçados, chocolate com leite e sucedâneos de chocolate.
Produtos que podem conter lactose em pequenas quantidadesAlguns medicamentos, complexos vitamínicos, dentífricos.

Dado que os produtos lácteos são a principal fonte de cálcio da nossa dieta, seria boa ideia ter em conta o uso de suplementos de cálcio pelos intolerantes à lactose devido às suas limitações no consumo dos mesmos.

loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...