Hidroginástica: emagrecer na água

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Hidroginástica: emagrecer na água. Hoje em dia todos sabem que a actividade física é um dos melhores aliados para perder peso (quando combinado com uma dieta equilibrada e saudável). Mas quando falamos em emagrecer, podemos afirmar peremptoriamente que a natação é a actividade que mais benefícios nos pode trazer, não só porque ajuda a perder peso, como ainda nos traz mais saúde e ajuda a trabalhar todos os músculos do corpo.

hidroginastica

Queimar gordura dentro de água

Está provado que a melhor forma de queimar gordura na água é nadando a um ritmo aeróbico, ou seja, por períodos superiores a 30 minutos (seguidos) para se começar a queimar gordura. É preciso ter em atenção que um trabalho aeróbico implica um ritmo constante e suave, sem grandes agitações, de forma ao nosso corpo se poder adaptar a um ritmo cómodo.

Por exemplo, se uma pessoa começar a praticar natação, pode treinar nadando 1000 a 2000 metros por dia, mas para começar a queimar gordura já será necessário nadar uns 4000 metros seguidos. Naturalmente que se deve ir adaptando com calma o corpo a esta exigência física, senão dificilmente conseguirá chegar lá.

 

Vantagens de nadar

  • A natação é um desporto que se adapta muito bem a qualquer dieta, já que pode ser praticada segundo vários níveis de intensidade e ajuda a desenvolver a musculatura.
  • A natação trabalha quase todo o corpo e a prática desta modalidade desportiva previne o surgimento de lesões ou dores posteriores, quer seja devido a um acidente ou simplesmente devido à idade.
  • A natação faz bem à coluna.

hidroginástica

Exemplos de treino

Para se fazer um bom treino há que definir quais os objectivos pretendidos. Por vezes também são usadas pranchas, bóias e outros acessórios para ajudar durante os exercícios. Mas vamos ao que interessa:

  1. Aquecimento / alongamentos durante 15 minutos
  2. Com uma prancha nas mãos, nade à crawl dando braçadas apenas com um braço, depois mude de braço
  3. Com os dois braços e com as pernas paradas, com um pull-boy entre as pernas para não afundar
  4. Crawl completo
  5. O mesmo que no ponto anterior mas de costas, alternando com crawl
  6. Nadar de costas
  7. Bruços ou mariposa com um braço apenas
  8. Mariposa
  9. Baixar o ritmo com exercícios relaxantes, cambalhotas, imersões curtas, etc.

 

Ter em conta que:

Todos os percursos devem ser feitos sem descansar. Deve tentar superar-se todos os dias. É muito importante o ritmo da respiração e a velocidade (intensidade).

natação

Hidroginástica

Uma boa alternativa à natação é o trabalho na água. A hidroginástica é uma prática muito completa pois aproveita todos os benefícios relacionados com o exercício na água para melhorar a condição física. Juntamente com a natação, tem um efeito terapêutico e anti-stress enorme, ajudando a estar bem no corpo e na mente.

O ideal é praticar hidroginástica de forma regular, pelo menos durante uma hora e duas vezes por semana. Assim poderá melhorar a condição cardiorrespiratória, a flexibilidade, a coordenação motora global, o ritmo e a agilidade. Para além disso, corrige a postura, contribui para o relaxamento, desenvolve a condição física, proporciona ao individuo uma aparência mais juvenil e diminui a probabilidade de vir a contrair doenças.

Entre os seus benefícios a nível psicológico, diz-se que a hidroginástica proporciona uma maior capacidade de resistência ao estresse, melhora a autoconfiança e a auto-estima, ajudando a prevenir doenças psicossomáticas como a depressão e as fobias.

Para além disso, o simples facto de se estar na água dá prazer e alivia as tensões musculares, dando um maior bem-estar físico e mental.

Na hidroginástica são utilizados mais músculos e há um maior gasto calórico do que na ginástica tradicional. Este género de exercício é ideal para combater o excesso de peso quase sem nos darmos conta disso.

Outra das vantagens de praticar hidroginástica está no facto de ajudar a evitar o calor e a humidade do verão.

Quando falamos de hidroginástica, referimo-nos à prática de exercícios na água. Faz-se o dobro do esforço em relação ao exercício em superfícies sólidas e são queimadas muitas mais calorias. Para além disso, a água massageia constantemente o nosso corpo e fazemos exercício no meio mais relaxante que existe.

Dentro dos exercícios na água podemos mencionar uma lista com diversas variantes:

  • Corrida: dentro d’água e durante alguns minutos, corra de uma borda da piscina à outra tentando levar os joelhos até a altura dos quadris.
  • Caminhada: se a ideia for fazer um exercício leve, a caminhada na água é uma boa opção porque exige mais força do músculo, mas tem risco de lesão reduzido.
  • Braçadas: segundo os personal trainers, para definir os braços a dica é apostar na natação. “Praticar de duas a três vezes por semana em intensidade moderada garante bons resultados”, dizem.
  • Vai e vem: o espaguete, usado para brincar na água, pode ser instrumento de exercício aquático. Com os braços esticados na altura dos ombros, segure o espaguete e faça movimentos para frente e para trás e depois para cima e para baixo. Isso ajudará a fortalecer os braços.
  • Empurra: outro exercício consiste em ficar com os braços semi-flexionados abertos na linha dos ombros e fazer o movimento de empurrar a água para abrir e fechar os braços. A palma das mãos deve estar virada para frente, os pés apoiados no chão e as penas afastadas na largura dos quadris.
  • Chuto: de costas para a borda da piscina e com os braços apoiados no espaguete ou na própria borda, eleve os joelhos até formar 90º e estenda as pernas para a frente como se estivesse a dar um chuto.
  • No bumbum: flexionar os joelhos para trás, levando o calcanhar até os glúteos para é uma boa opção de exercício, que pode ser feita com o espaguete apoiado no peito do pé.

nadar

Qual a razão para fazer hidroginástica?

Porque é ideal para quem leva uma vida muito sedentária, para quem tem excesso de peso, problemas de costas, e para quem não está em forma ou leva uma vida muito estressante.

Porque ajuda a endurecer os músculos, a moldar o corpo de forma suave, queima calorias e elimina o estresse.

Porque é 100 % seguro. O exercício na água é o menos lesivo que existe pois não obriga a suportar o peso do corpo, não se sofrendo com os impactos e movimentos.

Porque combate o calor. É a melhor forma de treinar sem estar sujeito aos excessos de esforço quando a temperatura está mais elevada. Ajuda a evitar desmaios e a desidratação.

 

A hidroginástica é ideal para:

  • Pessoas com problemas cardiorrespiratórios leves ou moderados.
  • Pessoas sedentárias e com pouca actividade física.
  • Problemas psicomotores, de coordenação dinâmica geral e equilíbrio tanto dinâmico como estático.
  • Falta de tonicidade muscular, hipotonia e atrofia geral.
  • Pouca mobilidade articular e flexibilidade.
  • Pessoas nervosas, inquietas, estressadas e com dificuldade para relaxar.
  • Problemas de falta de auto-estima, pouca autoconfiança e de expressão negativa no dia-a-dia.
  • Atitude postural incorrecta.
  • Falta de ritmo e agilidade.
  • Lesões gerais de toda a coluna vertebral (cervical, dorsal e lombar)
  • Pessoas obesas
  • Grávidas
  • E de uma forma geral para todas aquelas pessoas que gostam do meio aquático e que têm vontade de fazer exercício físico.
loading...

Deixe o seu comentário


SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...