Frutos secos e colesterol

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

frutos secos

Frutos secos e colesterol. Os frutos secos são um dos componentes principais de uma dieta saudável, dado o seu alto conteúdo em gorduras insaturadas e fibras, que contribuem para a redução do colesterol, mas também em minerais, proteínas, vitaminas e outros antioxidantes, que fazem com que estes alimentos sejam realmente “comprimidos” naturais para a saúde.

Segundo um estudo realizado em Espanha, o consumo habitual de frutos secos reduz significativamente os níveis de colesterol, os triglicéridos e consequentemente, o risco de sofrer alguma doença cardiovascular, especialmente naquelas pessoas que têm o colesterol mais alto, são mais magras ou seguem uma dieta pouco saudável.

Por isso é aconselhável utilizar como primeira instrumento o consumo de frutos secos, para baixar os níveis de colesterol. Um estudo, publicado na revista “Archives of Internal Medicine”, reuniu dados individuais de 583 pessoas de ambos os sexos que participaram em 25 diferentes inquéritos sobre o consumo de frutos secos em sete países. Após a análise dos resultados, os investigadores concluíram que “todos os frutos secos reduzem o colesterol e os triglicéridos de forma semelhante“.

Outra das conclusões da investigação, desenvolvida em colaboração com a Universidade da Califórnia, revela que o consumo de frutos secos contribui para reduzir o mau colesterol, sem afectar o colesterol bom, pelo que é aconselhável o seu consumo para reduzir o colesterol e o risco cardiovascular.

Deixe o seu comentário