As 12 piores coisas que pode fazer para perder peso antes do verão

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

perder peso antes do verão

É inevitável quando chega o bom tempo que muita gente comece a pensar em ficar em forma e perder peso. Já sabemos que dois meses não são suficientes para preparar o corpo para o verão. Mas devemos é sobretudo evitar fazer autênticas burradas com o nosso corpo.

Hoje vamos ver as principais coisas que não devemos fazer para perder peso rapidamente antes do verão. São coisas que entram dentro da lógica, mas que muita gente continuar a pensar que são boas para perder peso. E realmente até podem ter efeito a curto prazo, mas não são saudáveis. Vamos ver o que temos de evitar fazer para perder peso.

 

As piores coisas que pode fazer para perder peso antes do verão

  1. Fazer dietas milagrosas: Este tipo de dietas promete sempre perder peso em pouco tempo à custa de um défice de nutrientes ou de calorias. A maior parte deste tipo de dietas baseia-se principalmente num alimento, descuidando outros também importantes numa dieta. Neste ponto, o mais importante é mudar os hábitos alimentares para que os possamos seguir a longo prazo.
  2. Comer apenas saladas. Este prato parece que é obrigatório em qualquer dieta para perder peso. Comer salada é bom, mas basear uma dieta apenas neste prato é um erro porque pode haver défice de alguns nutrientes (proteínas) e até mesmo de calorias.alimentos verdes
  3. Suar para perder peso. É outro de os grandes mitos que vão sendo desmentidos, embora lentamente. Ir correr com um impermeável ou corta-vento para suar e assim perder peso não faz qualquer sentido porque apenas estamos a perder água, e, esta é recuperada logo que nos hidratemos. Para além disso suar muito provoca uma perda de rendimento desportivo e alterações a nível muscular. Quanto menos líquidos perdermos ao fazer desporto, melhor para a nossa saúde.
  4. Comer o mínimo. É verdade que demasiadas calorias numa dieta é um dos factores que nos fazem ganhar peso. Mas também comer muito pouco durante uns dias ou semanas não é a solução para perder peso. O corpo entra numa espécie de letargia metabólica que depois pode resultar num efeito ioiô. Voltamos ao mesmo: resultados a curto prazo, mas não é eficiente a longo prazo para o peso, nem faz bem à nossa saúde.
  5. Sessões exageradas de exercício aeróbico. Fazer exercício é o ideal para perder peso, mas cuidado com o tipo de exercício escolhido. Fazer exercício aeróbico extensivo pode não ser tão efectivo como alterná-lo com sessões de HIIT ou exercícios com pesos. Não é por passarmos duas horas a pedalar a um ritmo suave que vamos perder muito mais peso do que a fazer outros exercícios. Quantidade não é sinónimo de qualidade.
  6. Tomar diuréticos. Por muito que nos vendam o tema da retenção de líquidos, tomar diuréticos não é solução para perder peso. O problema do excesso de peso é a gordura acumulada, não a água. Apenas se devem tomar diuréticos se o médico não vir qualquer inconveniente. Em qualquer outro caso, estaremos a deitar dinheiro fora.
  7. Passar de não correr a correr uma hora diária. Aqui o problema é sobretudo por uma questão de saúde. Se o nosso corpo não está acostumado ao exercício, não podemos passar imediatamente a correr uma hora por dia. O mais seguro é que apareça alguma lesão típica do corredor. Se quer começar a correr para perder peso, então faça um treino progressivo bem planeado.
  8. Dormir pouco. O descanso tem um papel fundamental para nos ajudar a perder peso. Dormir pouco faz com que comamos mais, pelo que um bom descanso é uma arma a favor da perda de peso.
  9. Usar comprimidos para perder peso. Por muito que nos queiram vender a banha da cobra, a verdade é que não existe um comprimido para perder peso. Pode haver comprimidos que estimulam, saciam, favorecem a diurese ou fazem de laxante, mas não há nenhum que nos faça perder peso por magia. Já para não estarmos a falar de possíveis efeitos secundários e que antes de tomar qualquer comprimido devemos consultar um médico.comprimidos para perder peso
  10. Confiar em aparelhos absurdos que prometem perder peso em pouco tempo. Os aparelhos típicos dos anúncios na televisão também não são milagrosos. Bicicletas estáticas, aparelhos para fazer abdominais, electroestimuladores ou faixas tipo sauna são algumas das ideias que a industria nos quer impingir. Tudo o que prometa resultados espectaculares com pouco esforço ou em pouco tempo não existe.
  11. Procurar truques para perder peso rápido na internet. Esta é uma das piores coisas que podemos fazer: pesquisar no Google por “perder peso rápido”. Mais uma vez alertamos, não há milagres e podemos estar a pôr a nossa saúde em perigo.
  12. E a mais importante: não pedir conselhos ou não recorrer a um profissional na matéria. Se partirmos um osso sabemos que temos de ir às urgências do hospital. Mas quando temos um problema com o nosso peso, dieta ou hábitos alimentares, não temos o costume de ir ao nutricionista. Como ter excesso de peso não dói de forma imediata, então é como se não precisássemos de um profissional de saúde competente para resolver o problema.

Lembre-se que para ter o corpo pronto para o verão deve começar a mudar os seus hábitos no ano anterior. Não há milagres, nem deve haver pressas para perder peso, porque caso contrário podemos estar a fazer coisas com um impacto negativo sobre a nossa saúde. E, por muito peso que percamos, será apenas a curto prazo e este será recuperado rapidamente.

Deixe o seu comentário