Dieta anti envelhecimento

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

dieta anti envelhecimento
O que é o envelhecimento?

É por volta dos 30 anos que a espécie humana alcança o seu pleno desenvolvimento físico. A partir daqui os processos catabólicos, que são os responsáveis pela destruição das células, começam a dominar sobre os anabólicos ou formadores.

Mas nem todos os tecidos humanos envelhecem igualmente, e também nem todas as pessoas envelhecem da mesma forma.

 

Quais são os factores que intervêm no envelhecimento?

O envelhecimento não é uma doença mas um processo natural dentro do ciclo vital. No entanto, existem alguns factores que influenciam este processo, encurtando-o, alargando-o ou favorecendo o aparecimento de algumas patologias que se repercutem directamente na qualidade de vida.

  • Intrínsecos ou hereditários como a raça, o sexo ou a longevidade familiar. Cerca de 10% dos casos de cancro estão relacionados com estes factores.
  • Extrínsecos, que têm a ver com o ambiente e os estilos de vida. Cerca de 35% dos cancros estão relacionados com uma alimentação inadequada, a obesidade ou o sedentarismo, 30% com o tabaco e 10% com alguns processos infecciosos.

Alterando os factores extrínsecos podemos alongar o processo de envelhecimento e melhorar a qualidade de vida.

 

Quais são os estilos de vida mais saudáveis?

  • Fazer algum tipo de actividade física durante 30 minutos por dia ajuda a manter um peso saudável e a eliminar o excesso de gordura corporal.
  • Manter uma alimentação saudável.
  • Fomentar a amamentação materna, pois previne o aparecimento do cancro da mama e a obesidade infantil.
  • Não fumar.
  • Fomentar as relações sociais para evitar o isolamento.
  • Manter a mente activa com algum tipo de actividade intelectual.
  • Realizar exames médicos regulares.
  • Prevenir os acidentes. A maioria deles são facilmente evitáveis, sendo frequentemente a causa da invalidez e da dependência.
  • Desfrutar das pequenas coisas e ser feliz.

 

Alimentos aconselháveis numa dieta anti envelhecimento

  • De uma forma geral todas as verduras. Mais concretamente, as de folha verde que também protegem contra o cancro do estômago. Os brócolos têm um alto conteúdo em vitaminas A e C. O abacate é rico em vitamina E e reduz o risco do cancro da próstata e do esófago.
  • Todas as frutas. A laranja, tangerina, toranja, limão e kiwi têm grandes quantidades de vitamina C. A banana de potássio. Os frutos vermelhos ajudam a proteger o aparelho urinário e também estão relacionados com a redução do risco de doenças degenerativas do cérebro.
  • O leite e produtos lácteos fermentados têm grandes quantidades de vitaminas D, A, B12 e cálcio, indispensáveis para o crescimento dos ossos. Também têm potássio e magnésio, intermediários na função cardíaca e iodo que é responsável pelo bom funcionamento da tiróide. Para além disso, o leite fermentado contém bactérias vivas que melhoram as defesas intestinais.
  • O peixe também é recomendável pois tem proteínas com alto valor biológico e baixo conteúdo em gordura. Os peixes azuis como o salmão e as sardinhas são ainda ricos em ácidos gordos ómega 3 que ajudam a reduzir o colesterol e a melhorar a função imunitária.
  • O tomate é rico em licopeno que reduz o risco de alguns cancros como o da próstata.
  • As algas marinhas ricas em selénio ajudam a prevenir o cancro do estômago, pulmão, colón e próstata. Também contêm iodo, responsável pelo bom funcionamento da tiróide.
  • Beber um copo de vinho tinto por dia ajuda a proteger o sistema cardiovascular.
  • As fibras alimentares reduzem a reabsorção de gorduras, favorecendo o trânsito intestinal e ajudando a prevenir o cancro do esófago e colorectal.
  • Água. É necessário beber pelo menos 1,5 a 2 litros de água diariamente.

 

O que se deve reduzir?

Quando tentamos seguir uma dieta anti envelhecimento ou antiaging (ou seja uma dieta saudável) deveríamos tentar reduzir o consumo dos seguintes alimentos:

  • Os alimentos com alto conteúdo calórico.
  • As gorduras de origem animal, manteigas, natas, etc.
  • As bebidas açucaradas.
  • As carnes vermelhas. Não consumir mais do que 500 gramas por semana.
  • As carnes processadas.
  • Os bolos de fabrico industrial.
  • Os alimentos pré-cozinhados.
  • As bebidas estimulantes, cuidado com a cafeína.
  • As bebidas alcoólicas. Beber mais do que um copo de vinho nas mulheres e dois nos homens pode influenciar o aparecimento de certos tumores como o da boca, faringe, esófago, colorectal e da mama pré e pós-menopáusico.
  • As bebidas “energéticas” ou isotónicas apenas são recomendáveis para a reposição dos electrólitos, não devendo ser utilizadas em substituição da água.
loading...

Deixe o seu comentário