Dez conselhos para manter a motivação no treino

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

motivação

A motivação é uma arma essencial para combater o sedentarismo, pois, como qualquer actividade, se fazemos exercício sem motivação, o treino torna-se desagradável e não demora muito a que o abandonemos.

Encontrar motivação é o que nos permite ver as coisas com outros olhos. Ou seja, se conseguirmos estar motivados para a prática diária de exercício, o mais provável é que se torne uma actividade gratificante, nos dê prazer e vontade de continuar.

Grande parte das pessoas que abandonam o treino é por aborrecimento ou porque não encontram o incentivo necessário, por isso, aqui apresentamos 10 conselhos para ajudar a manter a motivação e não cair no sedentarismo.

  1. Faça um diagnóstico a si mesmo: consiste em avaliar os nossos hábitos, o nosso corpo e o seu funcionamento. Se nos vemos com necessidade de melhorar a nossa aptidão física e modificar determinados hábitos, tais como a inactividade física, estaremos a dar o primeiro passo para não abandonar o treino.
  2. Estabeleça objectivos reais: muitos são os que ficam imensas horas no ginásio com o objectivo de perder 3 quilos num dia. Pois é preciso ser realista, e é irreal este objectivo por exemplo. Perante a impossibilidade de alcançar os nossos fins, ficamos desiludidos e acabamos por largar o treino. No entanto, com paciência no treino é possível alcançar mudanças positivas, não apenas no aspecto físico, mas também no aspecto mental.
  3. Conheça-se a si mesmo: saber quais são os múltiplos benefícios da actividade física para a saúde é uma virtude para que nos permite continuar e aproveitar os benefícios do treino, reconhecendo, claro os nossos limites.
  4. Não treine demais: treinar mais do que o nosso corpo permite é um grande factor desmotivador, pois irá fazer com o corpo sinta fadiga e cansaço que não quererá voltar a experimentar. Por isso, a rotina de exercícios deve ser de acordo com a nossa forma física e os nossos limites. Consulte um profissional para o aconselhar.
  5. Registe os seus progressos: uma vez encontrado o nosso ritmo de treino, é necessário ver os nossos progressos, pois é um factor de motivação manter um registo dos treinos e dos respectivos progressos que vamos fazendo. Por exemplo: antes corria 2 km e agora já corre 5 km.
  6. Divirta-se nos treinos: se precisa de um toque de humor para não se aborrecer, pois então deve encontrá-lo. Escolha a actividade que mais prazer lhe dá e o ritmo que mais o motiva para continuar a treinar. Cada actividade produz um efeito diferente segundo os gostos e preferências individuais, por isso, experimente cada exercício ou actividade e escolha o que mais lhe agrada.
  7. Variedade: não é necessário que faça sempre a mesma actividade, já que a rotina tende a cansar-nos e termina por nos aborrecer. O aconselhável é que escolha a sua actividade preferida, mas alterne esta com outras ou com outros desportos. Assim, não apenas estará a trabalhar diferentes grupos musculares como também obterá diferentes resultados, e também a inovação o irá manter motivado.
  8. Dispositivos de ajuda: o pedómetro ou outros dispositivos de assistência à pratica desportiva podem produzir um efeito psicológico muito estimulante e motivador. Desta forma, podemos ver a quantidade de passos dados e as calorias queimadas, e estaremos mais que satisfeitos com o que fizemos e com vontade de nos superar no dia seguinte.
  9. Socializar durante os treinos: são muitos os que gostam de fazer actividade física com companhia e a realidade é que fazer exercício junto com outras pessoas é um grande recurso para combater o aborrecimento, para além de possibilitar novas amizades ou consolidar amizades já existentes.
  10. Visualizar a meta a atingir: idealizar as emoções e sentimentos do momento em que conseguimos alcançar o objectivo proposto, será um grande factor de motivação para ajudar a conseguir atingir as metas. Os objectivos podem variar de pessoa para pessoa, mas todos têm igualmente importância para continuar treinando sem cair no sedentarismo e prejudicar a nossa saúde

Todos nós podemos ter motivos diferentes que nos incentivem a praticar exercício com regularidade, mas saber quais são aqueles aspectos que podem manter motivados, ajudará a melhorar os resultados do exercício físico.

loading...

Deixe o seu comentário