Cuide da sua saúde mental

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

saúde mental

Cuide da sua saúde mental. Sempre foi assim, mas especialmente nas sociedades modernas, onde o stress e as pressões familiares e profissionais são cada vez maiores, é muito importante que para além de cuidar da nossa saúde física dediquemos o tempo e esforço necessário a cuidar da nossa saúde mental.

No caso da maioria das pessoas, este cuidado traduz-se apenas em pequenas mudanças nos nossos hábitos ou no nosso dia-a-dia, conseguindo dessa forma encarar as alturas mais problemáticas com um olhar mais optimista e lidar com os altos e baixos da vida com outra confiança.

Vamos dar-lhe dez conselhos que esperamos possam ajudar:

  • Fale dos seus sentimentos: falar sobre os seus sentimentos com familiares ou amigos de confiança ajuda-a a lidar com períodos da vida mais atribulados em que a pressão se acumula. Falar sobre os seus sentimentos não é um sinal de fraqueza, mas sim um gesto que a ajudará a sentir que não está sozinha em períodos difíceis.

  • Alimente-se bem: uma boa alimentação está relacionada com a energia que tem no dia-a-dia e evita sentimentos de fraqueza e impotência perante problemas. Alimentos com cafeina e açúcar podem produzir efeitos imediatos nestes casos.

  • Mantenha-se em contacto: não perca o contacto com a família e amigos. Muitas vezes eles oferecem-lhe pontos de vista diferentes acerca dos seus problemas. Podem ajudá-la a manter-se activa e ajudá-la a resolver problemas práticos do dia-a-dia.

  • Tenha folgas: uma mudança de cenário ou uma alteração de ritmo podem fazer maravilhas pela sua saúde mental. Isto funciona com uma pausa de 5 minutos enquanto faz a limpeza da sua casa, uma pausa de meia hora durante o seu dia de trabalho ou um fim-de-semana fora para conhecer algum lugar novo e relaxar. Estas pausas são essenciais para diminuir o stress.

  • Aceite-se a si mesma: há pessoas que fazem os outros rir, outras são boas a matemática ou ciências, outras sabem cozinhar, outras são apreciadas pelo seu estilo de vida e outras têm características difíceis de categorizar. Isto para dizer que todas as pessoas são diferentes e é importante que se aceitem como são, não podemos imitar os outros.

  • Mantenha-se activa: os peritos dizem-nos que o exercício físico faz libertar químicos no cérebro que melhoram a nossa disposição e auto-estima. O exercício físico pode melhorar a sua auto-estima, horários de sono, melhorar a sua silhueta e sentir-se geralmente melhor.

  • Beba de forma sensível: quando confrontadas com problemas, muitas pessoas recorrem ao álcool para líder com eles ou para lidar com medos. Também há quem beba para se sentir mais extrovertida em situações sociais. Deve ter sempre em mente que tem que ter controlo sobre o álcool.

  • Peça ajuda: por vezes há problemas grandes demais para nós. Quando nos sentimos mal e incapazes de dar a volta à situação, devemos procurar ajuda de familiares, amigos ou mesmo profissionais. Pedir ajuda não é vergonha nenhuma, faz parte da vida de todos nós.

A maioria destas acções você fará de forma instintiva e com naturalidade, mas é nos momentos mais complicados que se deve tentar lembrar delas.

loading...

Um comentário

  1. Berta

Deixe o seu comentário